Região

Mulher que envenenou criança pode ganhar liberdade

Da Redação ·

Silmara Santana, ré confessa de ter envenenado um menino de 4 anos de idade em Apucarana, pode ficar em liberdade.

continua após publicidade

De acordo com o promotor Eduardo Augusto Cabrini, mesmo com a condenação pelo juri popular, ela pode ganhar o direito de progressão de regime, saindo do regime fechado para o semi-aberto, com pernoites na prisão. Ele também avalia que, embora o crime tenha sido 'gravíssimo', caso a Colônia Penal de Curitiba não tenha vagas disponíveis, Silmara pode vir a cumprir a pena em regime aberto.

O envenenamento da criança aconteceu em 2004. Silmara, que alega ter tido um caso amoroso com o pai do menino, enviou um achocolatado com raticida para a escola em que o garoto estudava. No mesmo dia, também mandou uma cesta matinal envenenada para a mãe da vítima, que não tocou em nenhum dos itens da cesta.

continua após publicidade

No entanto, a criança tomou o leite envenenado, vindo a falecer no dia seguinte.

O julgamento de Silmara acontece no dia 06 de março.