Região

Prefeitos do Vale do Ivaí destacam programa de extensão universitária

Da Redação ·

O programa Universidade Sem Fronteiras vem fazendo uma revolução no Paraná, levando a extensão universitária, a ciência e a tecnologia no apoio ao desenvolvimento regional. Os resultados do programa, coordenado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), já são visíveis nos municípios em que professores, estudantes e recém-formados atuam.

Os prefeitos de Borrazópolis, Osvaldo Campos de Almeida, de Ivaiporã, Cyro Fernandes, e de Jardim Alegre, José Martins de Oliveira, visitaram a Seti nesta quarta-feira (04) para destacar a importância dos projetos em todo o Vale do Ivaí e para agradecer a iniciativa do governo do Estado.

Os prefeitos foram recebidos pela secretária Lygia Pupatto, uma das mentoras do Universidade Sem Fronteiras, considerado o maior programa de Extensão Universitária do Brasil.

Os três municípios juntos contam com 21 projetos nas áreas de Direitos Sociais, Agricultura Familiar, Pecuária Leiteira, Licenciaturas, Extensão Tecnológica Empresarial e Produção Agroecológica.

BORRAZÓPOLIS - O município de Borrazópolis está com sete projetos. Um deles, o Núcleo de Penas Alternativas da Região do Vale do Ivaí/PR, faz parte do subprograma das Incubadoras dos Direitos Sociais e é realizado pela Faculdade Estadual de Ciências Econômicas de Apucarana (Fecea).

No subprograma de Apoio à Agricultura Familiar há dois projetos: Caracterização da atividade sericícola e capacitação dos sericicultores do Território Vale do Ivaí, realizado pelo Iapar, e Estratégias de controle alternativo de pragas em propriedades rurais familiares nos municípios paranaenses de Borrazópolis e Roncador, realizado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Já no subprograma de apoio à Extensão Tecnológica Empresarial há três projetos em Borrazópolis: Programa de diagnóstico, formação e aprimoramento de pequenos empreendimentos do setor têxtil, vestuário e calçados do Vale do Ivaí com base na perspectiva da economia solidária e o Programa de conscientização e capacitação para as empresas do Arranjo Produtivo Local (APL) de bonés da cidade de Apucarana e região do Vale do Ivaí, ambos realizados pela Fecea; Estratégias de desenvolvimento econômico e agregação de renda para agricultores familiares do município de Borrazópolis, realizado pela UEM. Construção e transferência de referências técnico-econômicas em sistemas de produção familiares orgânicos do vale do Ivaí a partir de uma rede de unidades produtivas, realizado pela Emater, está inserido no subprograma de Apoio à Produção Agroecológica.

IVAIPORÃ - O município de Ivaiporã é contemplado com nove projetos. No Apoio às Licenciaturas, dois são realizados pela UEM: Produção de material didático sobre história do Paraná: um trabalho integrado entre professores e alunos da Educação Básica e Ensino Superior Públicos do Paraná e Música na Escola. A Universidade Estadual de Londrina (UEL) atua no projeto do Museu Itinerante de Ciências: proposta de articulação museu-escola do Museu de Ciência e Tecnologia de Londrina (MCTL).

Ivaiporã conta com dois projetos do subprograma de Apoio à Agricultura Familiar: Caracterização da atividade sericícola e capacitação dos sericicultores do Território Vale do Ivaí e Leite do Paraná: produzindo qualidade de vida, ambos realizados pelo Iapar e UEL.

A Fecea também tem atuação em dois projetos no subprograma de Apoio à Extensão Tecnológica Empresarial: Programa de conscientização e capacitação para as empresas do Arranjo Produtivo Local (APL) de bonés da cidade de Apucarana e região do Vale do Ivaí e Programa de diagnóstico, formação e aprimoramento de pequenos empreendimentos do setor têxtil, vestuário e calçados do Vale do Ivaí com base na perspectiva da economia solidária.

O projeto Implementação de inovações em laticínios na região Central do Paraná é realizado pela UEL. Na área de Apoio à Produ

continua após publicidade