Região

PM intensifica Operação Viva a Vida em Curitiba

Da Redação ·
O Comando do Policiamento da Capital (CPC) está intensificando a Operação Viva a Vida, lançada no início de novembro, em Curitiba. Mais uma ação foi realizada na noite desta sexta-feira (30) em Curitiba, com saída do quartel do comando geral em direção aos bairros São Brás, Vila Torres, Sítio Cercado, Tatuquara, Uberaba, Cajuru e CIC.
continua após publicidade
As equipes das Rotams (Rondas Ostensivas Tático Motorizadas), Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), Companhia de Choque e BPtran (Batalhão de Polícia de Trânsito) foram para estes locais para fiscalizar bares e lanchonetes e abordar veículos e pessoas suspeitas a fim de localizar armas, drogas e objetos de origem ilícita e realizar blitze de trânsito. "O principal objetivo da Operação Viva a Vida é a melhoria das condições de segurança da comunidade e, para isso, a PM atua de forma preventiva, em locais de maior incidência de criminalidade, principalmente contra a vida, e que são apontados pelo geoprocessamento - Mapa do Crime, da Secretaria de Segurança Pública", explicou o major Antônio Zanatta Netto, da comunicação Social da Polícia Militar.
continua após publicidade
Para major Zanatta, a polícia está a serviço da comunidade. "Esta operação é uma resposta aos anseios da população de Curitiba e Região metropolitana e o nosso compromisso é com as pessoas, por isso as operações estão sendo intensificadas", disse. Ele explicou ainda que logo nas primeiras horas a operação já apresentou resultados. "Em pouco tempo já tínhamos 45 locais vistoriados e 22 veículos apreendidos em blitze de trânsito, a maioria com problemas na documentação", explicou Zanatta. O tenente-coronel Ademar Cunha Sobrinho, chefe do Estado-Maior do CPC, afirmou que a operação é uma nova filosofia de trabalho de prevenção a crimes. "Os batalhões atuam com as Rotams em seus respectivos bairros, para garantir a tranqüilidade de cada cidadão, diminuir o índice de criminalidade e, principalmente, aumentar a segurança", explicou o tenente-coronel.
continua após publicidade
Geoprocessamento - O projeto Mapa do Crime é uma ferramenta da Secretaria de Estado da Segurança Pública e tem por objetivo criar um banco de dados com informações criminais, que irá mostrar os tipos de delitos, os períodos (dias, horários e meses do ano) e locais (ruas, bairros e municípios) onde eles mais acontecem.  Quando as Polícias Militar e Civil atendem alguma ocorrência, os boletins são registrados em um software, o que permite a criação do mapa com as informações criminais. Com estes dados é possível fazer um planejamento estratégico e definir ações para a prevenção e o combate ao crime nos locais em que eles mais ocorrem acontecem. Será possível também antecipar o trabalho policial, que é um dos pontos principais da Operação Viva a Vida.