Região

IML de Umuarama receberá nove funcionários

Da Redação ·
IML de Umuarama receberá nove funcionários
fonte: Divulgação
IML de Umuarama receberá nove funcionários

 O governador Beto Richa determinou ontem (18) a contratação temporária de nove funcionários para o Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama. Quatro médicos, dois auxiliares de necropsia e dois motoristas aumentarão em 100% o atual efetivo da unidade, que estava defasado há mais de quinze anos. A contratação dos novos profissionais faz parte de uma série de medidas tomadas pelo governo para reestruturar os IMLs de todo o Paraná.

continua após publicidade

O Instituto que atende a 48 municípios da região conta atualmente com apenas um oficial de necropsia, dois motoristas, um auxiliar administrativo e dois médicos legistas. Para o diretor administrativo do IML de Umuarama, Castelar Paulino Rodrigues, a medida do governador vai profissionalizar e melhorar o atendimento às ocorrências.

“Fico contente em saber a decisão do governador. Estávamos precisando de novos profissionais para complementar o serviço. A medida vai ajudar muito no nosso serviço à população”, disse o diretor em entrevista à Agência Estadual de Notícias do Paraná.

continua após publicidade

Ao todo 120 profissionais serão contratados para reforçar o efetivo das 18 unidas do Instituto em um procedimento que deve demorar cerca de um ano. Através de um Processo Seletivo Simplificado (PSS), 38 médicos, 30 auxiliares de necropsia e 52 motoristas serão selecionados para ocupar as vagas nas unidades de todo o Estado. O edital do concurso estará disponível a partir de hoje (19) no site www.sesp.pr.gov.br.

“O IML do Paraná precisa de atenção e investimentos. Estamos normalizando a situação com um plano de ação para entregar mais viaturas, construir novas unidades e, principalmente contratar mais profissionais. É inadmissível que um órgão tão importante esteja nessa grave situação”, afirmou o governador ressaltando que a reestruturação do Instituto é fundamental para fortalecimento da segurança pública no Paraná.

Atualmente, o quadro funcional do IML no Paraná tem aproximadamente 310 servidores, entre os quais 78 médicos, 19 auxiliares para exame de necropsia e 14 motoristas. Para o secretário da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, a falta de funcionários no IML é um dos problemas resultantes do desmantelamento do Instituto no decorrer dos últimos anos. O valor anual de investimento do governo do Paraná para a contratação dos profissionais temporários será de R$ 3,9 milhões. “Resolvemos, de forma emergencial, a carência de pessoal. Em breve, novos veículos para remoção de corpos serão entregues nas unidades de todo o Paraná. Essas são algumas das medidas para restituir ao instituto sua posição de referência entre os estados e melhorar o atendimento à população”, disse o secretário. Ele afirma que a contratação temporária e o repasse de 25 novas viaturas à unidade de Curitiba são as primeiras ações de reestruturação do IML no Estado. Confira as vagas para os 18 IMLs do PR

continua após publicidade

Apucarana: dois médicos, quatro motoristas e dois auxiliares; Campo Mourão: dois médicos, quatro motoristas e dois auxiliares; Cascavel: dois médicos, quatro motoristas e dois auxiliares; Curitiba: dois motoristas;

Foz do Iguaçu: dois médicos, três motoristas e dois auxiliares; Francisco Beltrão: dois médicos, dois motoristas e quatro auxiliares; Guarapuava: dois médicos, um motorista e um auxiliar; Ivaiporã: dois médicos, dois motoristas e dois auxiliares; Jacarezinho: quatro médicos, quatro motoristas e três auxiliares; Londrina: um motorista e um auxiliar; Maringá: quatro motoristas e um auxiliar; Paranaguá: um médico e dois motoristas; Paranavaí: quatro médicos, quatro motoristas e um auxiliar; Pato branco: um médico, quatro motoristas e um auxiliar; Ponta grossa: dois médicos e dois motoristas; Toledo: quatro médicos, quatro motoristas e três auxiliares; Umuarama: quatro médicos, três motoristas e dois auxiliares; União da Vitória: quatro médicos, dois motoristas e três auxiliares.