Região

Arapongas: OAB quer empenho nas investigações sobre sumiço de advogado

Da Redação ·

O presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Paraná, Alberto de Paula Machado, encaminhou um ofício ao secretário de Segurança Pública do Estado do Paraná (Sesp), Luiz Fernando Delazari, solicitando rigor nas investigações sobre o desaparecimento do advogado Luis Laerte de Araújo, de Arapongas.

O advogado, criminalista, foi visto pela última vez no dia 29 de dezembro, quando teria se dirigido ao seu escritório para atender um cliente e retornaria para almoçar com a família, que recebia visitas na oportunidade. Desde então, ele não foi mais visto e a família não recebeu nenhum pedido de resgate.

Há suspeita de represália, já que o advogado atuava na área criminal e em causas relativas a áreas de terra no Mato Grosso do Sul, Maranhão e no município de Ortigueira (PR). A OAB-PR reivindica mais empenho à polícia do Paraná no trabalho de investigação.

continua após publicidade

Após uma denúncia anônima recebia há alguns dias, policiais civis de Arapongas se dirigiram até uma chácara no município de Centenário do Sul para apurar se Laércio estava no local, mas o advogado não foi localizado.

Continuamos investigando o desaparecimento do advogado Luis Laerte de Araújo, mas ainda não temos pistas concretas do seu paradeiro e sobre o que teria motivado o sumiço, disse o delegado adjunto da 30ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Arapongas, Valdir Fernandes. 

continua após publicidade