Região

Secretaria de Saúde divulga 1º LIRAa de 2009 em Apucarana

Da Redação ·

Foi divulgado hoje (quinta-feira 15/01), o resultado do 1º Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa) de 2009. Realizado pela Secretaria de Saúde, através do Programa Municipal de Combate a Dengue, a coleta de material e a visita aos bairros foram feitas entre os dias 05 e 09 de janeiro.

continua após publicidade

O levantamento apontou um índice de 3,4% de infestação predial. Segundo o secretário Municipal de Saúde, Dr. Ribamar Leonildo Maroneze, com relação ao mesmo período em 2008, o índice de infestação diminuiu, mas ainda preocupa. "A dengue exige cuidados constantes.

 Alguns bairros apontaram um índice elevado o que contribuiu para o aumento geral na finalização dos dados", explica Dr. Ribamar.Segundo ele, o trabalho que vem sendo realizado diariamente por mais de 60 agentes, é intenso. "Priorizamos o trabalho de combate a dengue.

continua após publicidade

A fiscalização e as visitas são constantes. Nesta época do ano o calor intenso e as chuvas, além das viagens familiares, contribuem para que o índice aumente em todos os municípios e não só em nossa cidade. Para isso, além das nossas equipes pedimos o empenho e a colaboração da comunidade para que tomem os cuidados necessários e fundamentais para evitar problemas maiores", destaca o secretário. O prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB) reforça que novos agentes foram contratados.

 "A saúde é prioridade por isso não medimos esforços para que o trabalho seja realizado com sucesso. Nossos agentes estão capacitados. Recentemente contratamos nove funcionários que integram o time de agentes.

 O quadro de funcionários do Programa Municipal de Combate a Dengue, todos concursados, está acima do preconizado pelo Ministério da Saúde, que é de 45 a 50 agentes", informa o prefeito. "Também aumentamos o número de equipes. São cinco, com onze funcionários cada, além dos agentes especiais que atuam em locais estratégicos e pessoas destinadas a realização de bloqueios com fumacê costal", detalha o prefeito.

continua após publicidade

Levantamento - Atendendo a uma reivindicação do Ministério da Saúde, para o primeiro LIRAa de 2009, a cidade foi dividida em 5 extratos, abordando 33 bairros, 1.991 quarteirões e 47.191 imóveis, além da mobilização de 63 agentes de endemias e supervisores gerais. "O trabalho já está sendo intensificado nas regiões que apresentaram um índice maior, como o extrato 3 que compreende sete bairros.

 Neste local (Centro, Vila Nova, imediações da Rodoviária, Jardim América, Jardim Trabalhista, Vila Operária e Jardim Aclimação) o índice é de 4,7%. E, no extrato 1, com nove bairros (Parque Bela Vista, Afonso Camargo, imediações do Parque de Exposição, Parque da Perdigão e Água Azul, Núcleo Dom Romeu, Jardim Ponta Grossa, Vale Verde e Marcos Freire, que o índice é de 4,2%", relata Boiça. "Vamos dar continuidade as visitas casa a casa, instruções, informações e a conscientização para moradores, em escolas e empresas. Também vamos aplicar quando necessário o larvicida e acima de tudo estaremos eliminando e tratando os locais, principalmente destas localidades que totalizam 19.356 domicílios visitados", detalha o coordenador.

Os demais extratos (2, 4 e 5) apresentaram índices menores.

continua após publicidade

As visitas no extrato 2 foram realizadas nos bairros do João Paulo, imediações do Posto do Catarina, Sol Nascente, Osmar Guaracy Freire, Interlagos, Vila Regina e Vila Apucaraninha, Barra Funda, Lago Jaboti, bairro 28 de janeiro e regiões próximas. "Em outubro, quando realizamos o último LIRAa de 2008, esta localidade apresentava o maior índice. Hoje é o menor com 1,5%", diz o coordenador do programa.

No extrato 4 que compreende a região do Parque Santo Expedito, Cemitérios da Saudade e Cristo Rei, Jardim das Flores, Jardim Esperança, Vila Formosa e no extrato 5 que abrange o estádio Bom Jesus da Lapa, Colégio Agrícola, SESI, Jardim Colonial, Parque da Raposa, Jardim Santos Dumont, Adriano Correa, FECEA, Recanto do Lago, Jardim Marissol, Jardim Curitib