Região

Apucarana quer ter voos comerciais

Da Redação ·

A Prefeitura de Apucarana informou ontem que está intensificando as negociações junto a empresas aéreas para reativar o Aeroporto Municipal Capitão João Busse. Situado na estrada do Distrito de Correia de Freitas, o terminal atualmente recebe apenas voos particulares. A intenção, segundo o vice-prefeito de Apucarana, Waldemar Garcia (PSDB), é firmar acordo com uma companhia que faça escalas no município durante a rota Curitiba a São Paulo e vice-versa.

continua após publicidade

“Estamos lutando para que possamos voltar a usar esse aeroporto. Isso beneficiaria toda a cidade, já que, hoje, quem precisa viajar de avião tem que ir a Londrina ou Maringá, para então poder fazer outras conexões”, afirma Garcia.

Inaugurado em 1982, o aeroporto de Apucarana tem cerca de 1,4 mil metros de pista, cinco hangares, sanitários, sala de espera e controle de voo. Sem condições para abastecimento de aeronaves, o local costuma receber apenas aviões de pequeno porte, na maioria das vezes pertencentes ao Governo do Estado, Aeronáutica, Exército e empresários do município e região. Duas pessoas trabalham no terminal, que chegou a operar voos comerciais da TAM Linhas Aéreas nos anos 90.

continua após publicidade

Leia a matéria completa na edição desta quarta-feira da Tribuna do Norte - Diário do Paraná.