Região

Denarc prende duas pessoas acusadas de tráfico de drogas

Da Redação ·

Policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos - Denarc - Núcleo de Londrina, prenderam na quinta-feira (12) duas pessoas acusadas de integrar uma organização criminosa, em que agiam como distribuidoras de drogas no bairro Jardim Maracanã em Londrina.

continua após publicidade

Raquel Pereira da Silva, 45 anos, e Maria de Fátima Rosa, 42 anos, tiveram seus mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça de Cambé, após investigações realizadas desde o dia 11 de novembro de 2008. Nessa data foram presos na cidade, Adriano Soares da Luz, 28 anos, e Aparecida Otavio, 48 anos, com cerca de 1 quilo e 700 gramas de cocaína, aproximadamente 800 gramas de crack, uma pequena quantidade de maconha e uma moto.

Segundo o delegado da Denarc de Londrina, Michael Eymard Rocha de França Araújo, Aparecida e Luz são integrantes da mesma organização que Raquel e Maria. As investigações da polícia de Londrina evidenciaram que Aparecida e Luz compravam drogas de um fornecedor e posteriormente repassavam os entorpecentes para Raquel e Maria que realizam o tráfico na região, explicou o delegado.

continua após publicidade

De acordo com a polícia, a investigação começou no início do mês de novembro após denúncias de moradores, que relataram que, além do tráfico de drogas, a organização criminosa seria responsável também pela segurança do local em que agiam.

Os moradores relataram que os acusados ameaçavam pessoas que cometiam pequenos furtos na região, com o objetivo de manter a polícia distante do bairro, e com isso ter mais tranqüilidade para realizar o tráfico de drogas, afirmou o delegado.

Os quatro acusados estão detidos na delegacia de Cambé, onde aguardam decisão da justiça. Eles irão responder por tráfico e associação ao tráfico de drogas. Se condenados, a pena para este tipo de crime varia entre 5 à 15 anos de prisão.

As investigações irão continuar para que se descubra quem é o fornecedor dessa associação criminosa, o que é o maior objetivo da Denarc, finalizou o delegado