Região

Protesto bloqueia BR em Apucarana

Da Redação ·
Moradores do Parque Bela Vista e Jardim Novo Horizonte participaram do protesto
fonte: Sérgio Rodrigo
Moradores do Parque Bela Vista e Jardim Novo Horizonte participaram do protesto

Moradores do Parque Bela Vista e Jardim Novo Horizonte, zona norte de Apucarana, fecharam ontem a BR-369 para protestar contra as más condições das ruas dos bairros. Munidos de faixas, cerca de 100 manifestantes armaram barricadas e colocaram fogo em pneus.

continua após publicidade


O manifesto, na altura do trevo de acesso ao Núcleo Afonso Alves de Camargo, começou debaixo de uma chuva fina por volta das 19h30 e a Polícia Militar acompanhou o protesto de longe. Grandes filas se formaram nos dois sentidos da pista.


Segundo os moradores do Jardim Novo Horizonte, o bairro tem 30 anos e ainda não tem asfalto. Eles reclamam que a situação é tão grave que as vans de transporte escolar se recusam a pegar e levar alunos nas ruas do bairro e entregas não são feitas por conta do problema.

continua após publicidade


“Queremos que eles vão lá e resolvam imediatamente, não podemos mais esperar. Até para andar a pé está difícil. Se não resolver, vamos invadir a prefeitura”, diz Antônio Ferreira dos Santos, operador de máquinas.


O metalúrgico Douglas Pereira, 44 anos, morador da Rua Alexandre Balan há mais de 20 anos, também reclama que as condições das vias impedem a passagem de carros em vários pontos.


“Esses dias, os moradores tiveram que levar um caixão nas costas rua acima porque não tinha condições do carro chegar até a casa onde estava sendo feito o velório”, afirma o morador, que reclama também da falta de iluminação no bairro. “Se não dá para fazer asfalto, que pelo menos joguem umas pedras para fechar os buracos. Do jeito que está não dá”, reclama.

continua após publicidade


O prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB) ficou sabendo do protesto no final de uma reunião com secretários e criticou a postura dos moradores. “Não é pelo protesto que se chega a um consenso. Já conversei com moradores dessa região várias vezes e o que algumas pessoas ali querem é sensacionalismo”, afirmou o prefeito. Ele acrescentou que, com diálogo tem resolvido até situações piores que a destes dois bairros.


A pista foi liberada pela Polícia rodoviária Federal e a Polícia Militar por volta das 21 horas.