Região

Sebrae entrega notebooks para alunos da UEL

Da Redação ·

Os estudantes Sérgio Américo de Sousa Fortes, Régis Felipe Consulo Belizário e Alisson Manique Boggo, dos cursos de Ciências Econômicas e Direito da UEL, receberam na quinta-feira (4) os prêmios por terem ficado entre os 32 melhores universitários do país, na 9ª edição do Desafio Sebrae, que reuniu quase 100 mil estudantes. A estudante Wanessa Santana de Oliveira, que também integra a equipe Status Cool não pode comparecer por estar participando de um intercâmbio.

continua após publicidade

A solenidade de entrega dos prêmios, um notebook para cada estudante, contou com a participação do representante do Desafio Sebrae, Marcus Vinicius Lopes Bezerra; do representante da Coppe, instituição parceira do Sebrae na realização do jogo, Aldo Santillo; do reitor Wilmar Marçal; do diretor do CESA, professor Anísio Ribas Bueno Neto; de chefes de departamentos e funcionários da UEL.

Os universitários participaram do desafio de administrar situações reais, de forma virtual, de uma empresa do ramo de calçados femininos, tema proposto nessa edição do Desafio Sebrae, que é o maior jogo de negócios do mundo. Falando em nome da equipe Status Cool, o estudante Sergio Fortes destacou que teria sido importante ter o apoio da presença de um professor na etapa presencial do Desafio. Durante o jogo deixamos de ter apenas a visão do estudante de Direito ou de Economia e passamos a ser empreendedores. Vimos a relação empresarial e cidadã, tivemos uma noção do todo, em uma interdisciplinaridade muito importante para o espírito empreendedor.

continua após publicidade

Esses estudantes da UEL que chegaram a semifinal do Desafio Sebrae estiveram em uma situação que não vai acontecer de novo. Poucos conseguem isso. Este ano foram quase 100 mil inscritos. Ao longo das nove edições, mais de 500 mil estudantes já participaram do Desafio Sebrae, destacou Aldo Santillo, da COPPE.

Marcos Vinicius Lopes Bezerra, representante do Desafio Sebrae ressaltou que estudantes de todas as áreas podem e devem participar do jogo. Este ano a equipe vencedora foi de estudantes de Engenharia. Outras edições já foram vencidas por equipes formadas por estudantes de Medicina e Enfermagem. Isso demonstra que todos podem participar, afinal todos serão empreendedores de suas carreiras quando se formarem.