Região

Populares desrespeitam a aplicação de lama asfáltica

Da Redação ·
Malha asfáltica danificada na Rua Ataulfo Alves, no Núcleo Habitacional Castelo Branco
fonte: Divulgação/Prefeitura
Malha asfáltica danificada na Rua Ataulfo Alves, no Núcleo Habitacional Castelo Branco

Os trabalhos na recuperação da malha viária em Apucarana não param e ganharam intensidade a partir do Programa de Governo Integrado Viva Apucarana: Prefeitura nos Bairros. Idealizado pelo prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB), a iniciativa beneficia com esforços concentrados de limpeza pública e recuperação asfáltica, uma região por semana.
 

continua após publicidade

Nesta quarta-feira (30), porém, um fato frustrou a coordenação do programa. Um motorista, um mototaxista e um ciclista desrespeitaram o tempo de secagem da emulsão asfáltica e prejudicaram todo o investimento público na Rua Ataulfo Alves, no Núcleo Habitacional Castelo Branco.
 

A Secretaria de Infraestrutura Urbana e Serviços Públicos alerta que recomendações precisam ser seguidas à risca quando ocorrer interdição da via para reparos com lama asfáltica. “Não circular com veículos ou bicicletas são dois bons exemplos. A partir de agora, autoridades vão anotar as placas de carros e motos que desrespeitarem o trabalho para posterior aplicação das sanções previstas em lei. O que pedimos é a simples conscientização”, assinala Manoel Afonso Lopes (Manolo), diretor-geral da Secretaria.
 

continua após publicidade

Ele conta que os estragos realizados com o tráfego irregular terão que ser reparados, o que demanda mais gastos. “O que essa pessoa não se dá conta e que, ao agir assim, está prejudicando a ele e a toda coletividade. É o dinheiro dele, como contribuinte, que será utilizado para os consertos”, informa. De acordo com Manolo, os moradores também podem colaborar na fiscalização e identificação dos infratores.