Região

Polícia recaptura mais um fugitivo do minipresídio de Apucarana

Da Redação ·

Policiais militares do Serviço de Inteligência (P2) do Décimo Batalhão de Apucarana recapturaram, no final de semana, mais um dos 23 fugitivos do minipresídio que ganharam a liberdade por um túnel na madrugada de 3 de novembro.

continua após publicidade

O Cristiano Santiago Moreira, o Paraguaio, de 31 anos, foi localizado em uma residência na Rua Catanduvas, no Jardim América (região Nordeste de Apucarana). Ele estava preso por tráfico de drogas, detalhou o tenente Éldison Martins do Prado. 

14 -  De acordo com a PM, já foram recapturados 14 detentos dos 23 encarcerados que escaparam da unidade prisional de custódia cautelar de Apucarana na madrugada de 3 de novembro deste ano. A Polícia pede a quem souber o paradeiro de outros fugitivos que faça denúncia pelo fone 08006431161, 190 ou 197 (ligação anônima e gratuita).

continua após publicidade

REFORMA - O delegado-chefe da Décima Sétima Subdivisão Policial (SDP), Gabriel Junqueira, confirmou que o piso das 22 celas do minipresídio de Apucarana foi reforçado com concreto usinado e aço, usados na construção de viadutos.

A parte de concreto dos pisos e das camas (jegas) foi refeita, além de ser colocada uma malha de aço para impedir que os prisioneiros escavem túneis. Ainda providenciaremos cerca elétrica em torno de todo o minipresídio de Apucarana, afirmou Junqueira.

continua após publicidade

FUGAS - A iniciativa da reforma foi tomada após a terceira grande fuga de presos em 2008. No total, 60 encarcerados ganham a liberdade forçada e deste total, 17 ainda não foram recapturados. 

Em 19 de fevereiro, 22 detentos escaparam. Destes, 21 foram recapturados e um morreu em confronto com a polícia.

Em 3 de setembro, outros 15 presos fugiram. Sete foram presos novamente e um perdeu a vida em troca de tiros com a Polícia Militar (PM) de Rolândia, depois de  latrocínio praticado em restaurante.  No dia 3 de novembro, 23 detentos fugiram. Nas três situações os detentos escaparam por túneis.

continua após publicidade