Região

Governo envia força-tarefa para atender vítimas das chuvas no litoral

Da Redação ·
 Enchente em Morretes
fonte: AEN
Enchente em Morretes

O Governo do Paraná criou uma força-tarefa para atender a população que foi afetada pela forte chuva que caiu no litoral na manhã desta sexta-feira (11). Uma equipe de médicos, bombeiros, geólogos e integrantes da Coordenadoria da Defesa Civil foi enviada aos municípios de Morretes e Antonina para fazer o atendimento emergencial dos moradores da região. O Provopar encaminhou para Morretes um caminhão com 12 toneladas de donativos.  

continua após publicidade

De acordo com a Defesa Civil, até a tarde desta sexta-feira havia 4.511 pessoas desalojadas (abrigadas em casas de familiares e amigos) e 83 desabrigadas (que estão em abrigos públicos) no litoral. A situação é mais grave em Morretes, onde há 4.500 desalojados e 65 pessoas desabrigadas.  

Em Morretes as famílias que tiveram que deixar suas casas foram alojadas na Escola Estadual Rocha Pombo. Em Antonina, foram encaminhadas pela prefeitura para hotéis da região. “A água começou a invadir a nossa casa pelas 3 horas da madrugada e logo todos os vizinhos tiveram que sair de suas casas”, conta Erica Cristina da Rosa, de 22 anos, que está alojada com os quatro filhos e a mãe, além de vizinhos e outros parentes.  

continua após publicidade

RISCO – Uma equipe da Mineropar está no município de Antonina para avaliar as encostas e o risco de desmoronamentos de terra. Junto com a Defesa Civil, a equipe percorre o Antonina alertando os moradores das áreas de maior risco.  

Gilberto Cardoso e a família moram em um dos locais que apresenta risco de deslizamento. Ele seguiu a orientação da Defesa Civil e mandou a esposa e os dois filhos para casa de parentes. Na tarde desta sexta-feira, Gilberto aguardava autorização para voltar à casa e retirar alguns pertences da família.  

O coordenador da Defesa Civil, major Antonio Hiller, afirma que as medidas de emergência para preservar a integridade dos moradores estão sendo tomadas. “Estamos trabalhando em conjunto para atender todos os que necessitam de cuidado”, afirmou Hiller. Ele disse que a Secretaria da Saúde enviou profissionais para orientar a população sobre os cuidados básicos para evitar doenças.