Região

Mortos em queda de avião eram de família tradicional de Arapongas

Da Redação ·

Três das cinco vítimas fatais do acidente do monomotor modelo P35 Beechcraft que ocorreu em Paranavaí na manhã deste domingo (2) pertenciam a uma tradicional família de empresários de Arapongas, cidade do Norte do Estado: Adriano Romera, Siolmar Grotti Romera e João Romera. As outras pessoas mortas são o piloto Flávio Marcelo dos Santos e o técnico agrícola Rômulo César Fernandes. Os nomes foram confirmados à tarde pelo IML de Paranavaí.

continua após publicidade

O avião partiu da cidade de Sonora, no Estado de Mato Grosso às 9h30 da manhã deste domingo (2), com destino a Arapongas. Voltava de uma viagem que começou na quinta-feira (30), rumo a uma fazenda da família no Mato Grosso.

Adriano Romera era um tradicional empresário de Arapongas, proprietário da rede de lojas de móveis e eletrodomésticos Romera. Adriano Romera, era dono do Grupo Simbal, que reunia indústria e lojas de móveis e decoração. As duas empresas tinham sede na cidade e filiais espalhadas em vários Estados.

continua após publicidade

Ainda não se sabem quais as causas do acidente. Técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) devem começar as investigações nos escombros da aeronave a partir desta segunda-feira (3).