Região

Mulher de Arapongas morta em queda de avião é identificada

Da Redação ·
Foi identificada como Siolmar Grotti Romera, de 43 anos, a mulher que estava no avião bimotor que caiu, por volta das 11 horas deste domingo, no pátio da Escola Municipal Hilda Campano Santini, no Jardim Maringá, no centro de Paranavaí.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, quatro vítimas seriam integrantes da família Romera, tradicional em Arapongas, e o quinto morto é o piloto da aeronave. O delegado titular de Paranavaí, Marcolino Aparecido da Costa, relatou extra-oficialmente que , além de Silomar e o piloto e co-piloto, estariam a bordo do avião, João e Adriano Romera. A família tem indústria de móveis e uma rede lojas (Romera móveis - eletro - informática), com filiais em Apucarana, Arapongas e várias cidades do Paraná. 

continua após publicidade

Segundo apurou a polícia, as vítimas viajavam de Rondonópolis (MT) com destino a Maringá. Populares relataram que o piloto estava a procura de uma pista de pouso. Ele teria circulado na área já por algum tempo e, de forma heróica, teve o cuidado de tentar pousar no pátio da escola para não atingir residências, detalharam o delegado Marcolino Aparecido da Costa e o investigador Aécio Silveria, da Polícia Civil de Paranavaí.

O fato provocou consternação em Arapongas, onde a família Romera tem vasto círculo de amizades.