Região

Apucaranense morre e órgãos são doados

Da Redação ·

O apucaranense Gustavo Chagas, de 30 anos, morreu na madrugada de hoje no Hospital Santa Rita, em Maringá, onde estava internado desde a semana passada, quando sofreu um acidente de moto na área urbana de Mandaguari.

continua após publicidade

Chagas, filho da advogada Antonina Casini, trabalhava como agente penitenciário na cidade de Cascavel e toda semana retornava a Apucarana. Na Avenida Senador Salgado Filho, ele perdeu o controle da moto ao passar por um quebra-molas, sofrendo graves ferimentos.

Segundo informou ao TribunaNews o repórter Rubens Silva, da Rádio Atual Guairacá de Mandaguari, Gustavo Chagas teve morte cerebral confirmada na madrugada de hoje. A família foi avisada e autorizou a doação dos órgãos.

continua após publicidade

O corpo do agente penitenciário será transladado ainda hoje para Apucarana, para ser velado na Capela Mortuária. O horário do sepultamento não foi definido pela Autarquia de Serviços Funerários.