Região

Aumenta policiamento nas cidades do litoral durante o feriado prolongado

Da Redação ·
 Aumenta policiamento nas cidades do litoral durante o feriado prolongado
fonte: AEN
Aumenta policiamento nas cidades do litoral durante o feriado prolongado

A Polícia Militar começou, às 18h desta sexta-feira (4), a Operação Carnaval 2011, nos municípios do litoral. O policiamento, que conta com 2,5 mil policiais militares trabalhando na Operação Viva o Verão, recebe reforço de 300 policiais para o feriado. A operação segue até as 18h de quarta-feira (09).
 

continua após publicidade

Os policiais vão orientar foliões e reprimir atitudes que possam colocar em risco a tranquilidade e a segurança das pessoas. “Haverá policial nos locais de maior concentração popular e considerados de risco”, garante o subcomandante da Operação Viva o Verão pela Polícia Militar, major Valdir Carvalho.
 

Próximos aos desfiles, trios elétricos e bailes públicos serão feitos policiamento ostensivo e de trânsito. Também será intensificada a segurança no trânsito urbano (cidades) e rodoviário (rodovias), para prevenção de acidentes e a repressão às infrações de trânsito. “Para isso, serão feitos isolamentos e desvios de tráfego nos locais que apresentem esta necessidade”, destaca Carvalho.
 

continua após publicidade

A poluição sonora e a embriaguez ao volante serão fiscalizadas por todos os policiais que participam da operação. “Não podemos admitir que os exageros estraguem o carnaval ou o descanso das pessoas que optaram pelo litoral. Portanto, quem for beber, deve optar por ônibus, carona ou caminhada. E quem estiver dirigindo não deve abusar do som alto”, orienta o major.
 

Participam da Operação Carnaval policiais militares de todas as unidades do Paraná, disponíveis à Operação Viva o Verão Costa Leste, nas áreas ostensiva, ambiental, urbana, rodoviária e Corpo de Bombeiros. Para o reforço das atividades também participam integrantes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). Serão feitas fiscalizações juntamente com poder judiciário, Ministério Público, Polícia Civil e Federal e Vigilância Sanitária.