Região

Comandante da PM é condenado por improbidade

Da Redação ·
 Coronel Marcos Teodoro Scheremeta era major quando teria cometido o suposto ato de improbidade
fonte: Divulgação
Coronel Marcos Teodoro Scheremeta era major quando teria cometido o suposto ato de improbidade

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Teodoro Scheremeta, foi condenado por improbidade administrativa pelo juiz da 3ª Vara Cível de Foz do Iguaçu, Ederson Alves.
 

continua após publicidade

Scheremeta é acusado de ter liberado um veículo VW Kombi - com diversas irregularidades - que havia sido apreendido em operação por policiais militares.
 

Ação por improbidade foi ajuizada pelo Ministério Público em 2003, quando Scheremeta ainda era major e subcomandante do 14º Batalhão de Foz do Iguaçu.
 

continua após publicidade

O juiz entendeu que a conduta de Scheremeta feriu os princípios constitucionais da legalidade e da impessoalidade.
 

A defesa do coronel havia interposto embargos de declaração - espécie de recurso para esclarecer a sentença - à sentença do juiz, que negou provimento.
 

A assessoria de imprensa do Comando da PM do Paraná informou ao Bonde que o coronel ainda não irá se manifestar sobre a condenação.