Região

Londrina realiza levantamento contra a dengue

Da Redação ·

A Secretaria Municipal de Saúde de Londrina está realizando mais um Levantamento do Índice Rápido do Aedes (Lira). O levantamento tem o objetivo de saber quais são os locais da cidade onde o índice do mosquito transmissor da dengue e da febre amarela é maior e, assim, direcionar ações específicas contra o Aedes nestes locais. Até amanhã os agentes vão visitar 4% dos domicílios londrinenses, cerca de 9 mil residências, em todas as regiões da cidade.

continua após publicidade

"A partir deste levantamento e da sistematização destes dados será mais fácil direcionar nossas ações", afirmou o diretor de Saúde Ambiental da secretaria, Rogério Lampe. Segundo ele, 250 agentes de saúde estão trabalhando na ação. O resultado do Lira deve sair, conforme Lampe, até quinta-feira (dia 30). "Nossa expectativa é que o índice fique abaixo de 1%, que é o recomendado pela OMC [Organização Mundial de Saúde]."

Este é o quarto e último Lira do ano. No primeiro, realizado em janeiro, o índice da presença do mosquito registrado na cidade foi de 1,3%. Em abril, esse percentual caiu para 0,9% e, no último, em junho, o índice foi de 0,4%. No próximo dia 6 de novembro, a Secretaria de Saúde realiza uma reunião na Villa da Saúde com entidades, organizações e demais membros da sociedade civil organizada para apresentar os resultados e direcionar as ações, de acordo com os números do levantamento.

continua após publicidade

"Com a chegada do clima mais quente, recomendamos novamente o cuidado com locais que possam acumular água. Alertamos as pessoas que não deixem que a água se acumule, porque o clima chuvoso e quente é ideal para a eclosão dos ovos e, conseqüentemente, a proliferação do mosquito da dengue", orientou Rogério Lampe.