Região

Incêndio mata duas crianças em Ponta Grossa

Da Redação ·
Duas crianças morreram na segunda-feira durante um incêndio em uma residência no Jardim Cachoeira, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Os bombeiros foram chamados por volta das 22h, mas não chegaram a tempo.

Uma menina de dois anos, portadora de paralisia cerebral e seu irmão de três anos estavam dormindo com seus irmãos de cinco e seis anos quando uma vela supostamente causou acidente. Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Gerson Campos Correa, os menores eram atendidos por uma vizinha de 16 anos, que deixou as crianças dormindo sozinhas e foi embora, enquanto a mãe das crianças ainda estava na igreja. Os irmãos maiores saíram da casa e foram socorridos pelos vizinhos.

continua após publicidade

No local, os vizinhos contam que não é a primeira vez que a mãe, Patrícia de Oliveira Guimarães, que trabalha como doméstica, deixa as crianças com terceiros. Relatam que os dois filhos mais velhos saíram com uma jarra para buscar água fora da casa no intuito de conter as chamas, mas como o fogo estava muito alto, a vizinhança amparou apenas os maiores e não conseguiu entrar na casa para socorrer os menores.

A perita criminal Eliane Martins, da Polícia Civil, constatou que a casa não tinha energia elétrica, por isso, descarta a possibilidade de um curto circuito. Os dois sobreviventes e a menor que estava responsável pelas crianças foram encaminhados para um abrigo do Conselho Tutelar.

continua após publicidade

Por receio de agressões contra Patrícia, a Polícia Militar encaminhou a doméstica até a 13DP. Na delegacia, a mãe disse que não estava fazendo nada de errado, que estava na igreja. Ela se defende dizendo que não está mais com o marido, porque ele maltratava as crianças. O delegado de plantão, Jairo Luiz Camargo, encaminhou Patrícia para o Conselho Tutelar junto com os filhos que sobreviveram.

Contam os vizinhos que o pai das crianças há pouco mais de um mês foi indiciado por ter agredido na cabeça, com um cabo de vassoura, o filho de três anos que morreu na segunda-feira no acidente. No episódio, Patrícia prestou queixa contra o marido.