Região

Dona de casa cai em golpe de advogado sem registro profissional no PR

Da Redação ·
Uma dona de casa foi vítima de um golpe no município de Maringá, região Noroeste do estado. Somente após contratar os serviços de um advogado da cidade, Edilene Araújo descobriu que ele estava com o registro profissional suspenso desde o ano de 2004.

Em entrevista ao telejornal Paraná TV da RPCTV, Edilene confirmou que chegou a pagar R$ 1,3 mil pelos serviços do advogado. No dia da primeira audiência, o profissional não compareceu ao tribunal e desapareceu. A dona de casa conta que tentou várias vezes entrar em contato com o ele, porém não recebeu nenhuma resposta.

continua após publicidade

Edilene somente descobriu que foi vítima de um golpe após procurar a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Maringá, quando soube da situação profissional do advogado.

Em todo o Paraná, só neste ano a OAB julgou 1.493 processos contra advogados que agiram de forma irregular. Dos punidos, 1.386 ficaram impedidos de trabalhar e perderam os registros profissionais, informou a OAB.

continua após publicidade

De acordo com o telejornal, na região de Maringá, 34 escritórios estão sendo investigados por denúncias de irregularidades. A OAB informou que a população pode procurá-la para saber a situação de qualquer advogado.

O presidente da OAB de Maringá, César Moreno, afirma que se o advogado estiver exercendo a profissão mesmo suspenso, o profissional responderá por um processo indisciplinar junto à OAB. Além disso, ele pode ser excluído da carreira.

As pessoas que se sentirem prejudicadas por advogados podem entrar na Justiça e pedir a devolução de todo o dinheiro pago por serviços não prestados.