Região

Peritos investigam queda de avião em Arapongas

Da Redação ·
Peritos vieram a Arapongas investigar queda de avião
fonte: André Veronez
Peritos vieram a Arapongas investigar queda de avião

Peritos do 5º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Seripa), com sede em Canoas, no Rio Grande do Sul, estiveram ontem à tarde em Arapongas. Eles foram investigar as causas do acidente com o avião bimotor PT-ELY, que caiu no final da tarde de anteontem num canavial próximo ao aeroporto local.

continua após publicidade


A equipe, composta pelo coronel da Aeronáutica Marcos dos Santos Silva, major Romualdo de Farias Mello e o sargento Roberval Spadim, analisou os destroços e fez levantamento da área onde o bimotor aterrissou rasgando a plantação de cana. Também colheram informações técnicas sobre o voo com o piloto Juliano Heckert, 32, e o co-piloto Jeferson Garcia, 33, que tiveram ferimentos leves.


Os pilotos não quiseram dar qualquer informação à imprensa sobre o que estariam fazendo na região e o que teria acontecido no ar. Eles alegaram que não tinham autorização da empresa à qual pertence o bimotor para dar entrevista, nem informaram que empresa é esta. Sabe-se, no entanto, que o avião pertenceria à Weiss Táxi Aéreo, de Curitiba, especializada em transporte de valores.

continua após publicidade


O coronel Santos e o major Romualdo informaram que estavam ali para levantar as causas técnicas da queda do avião, o que é tarefa da Aeronáutica quando ocorre qualquer acidente aéreo, seja com vítima ou não. “Investigamos o que o que estava acontecendo com o avião e se houve problemas técnicos para prevenir outros acidentes”, disse o major Romualdo. Segundo ele, o resultado das investigações deve sair nos próximos dias e entregue à Aeronáutica. Depois da perícia, o bimotor seria entregue à responsabilidade da Polícia Civil.