Região

Ônibus escolar roda com biodiesel em Apucarana

Da Redação ·
 Secretário da Sematur João Batista e o prefeito João Carlos abastem o ônibus da frota escolar
fonte: Divulgação
Secretário da Sematur João Batista e o prefeito João Carlos abastem o ônibus da frota escolar

Foi bem sucedido o primeiro teste, realizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Apucarana (SEMATUR), nesta sexta-fera (25), com o biodiesel feito a partir de óleo de fritura. Um ônibus do transporte escolar municipal foi abastecido com o combustível ecológico e percorreu um pequeno trecho pelas ruas centrais da cidade levando um grupo de crianças da Escola Municipal Professora Maria Madalena Côco.
 

continua após publicidade

“É uma grande alegria poder dizer que nós já estamos produzindo o biodiesel a partir do óleo de fritura, da maneira absolutamente adequada, com ampla pesquisa dos docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, de Apucarana. E é também uma emoção muito grande saber que nós estamos minimizando um problema gravíssimo que é o óleo de fritura descartado de maneira incorreta, na pia, nas fossas e nos fundos de quintais, e que tão mal faz à água e ao solo”, disse o secretário da pasta, João Batista Beltrame (Joba).
 

Ainda é prematuro dizer quantos litros de óleo serão coletados por mês pela Secretaria de Meio Ambiente, pois os ecopontos ainda estão em fase de instalação e a campanha de conscientização da população está apenas começando. Mas a perspectiva é muito boa, pois, atualmente, a cada quinze dias, a SEMATUR já recebe cerca de mil litros de óleo de fritura. E é importante frisar que cada litro de óleo gera um litro de biodiesel.
 

continua após publicidade

Beltrame ainda faz um apelo para que toda a comunidade abrace a campanha e passe a reservar o óleo de fritura em vasilhames que poderão ser entregues em um dos 50 ecopontos que estão sendo instalados nas escolas públicas e particulares da cidade, além dos grandes geradores e condomínios que já estão procurando a secretaria para pedirem os pontos de coleta.
 

APROVEITAMENTO TOTAL – A produção do biodiesel gera glicerina como resíduo e esta será utilizada para a produção de sabão em pedra, de forma que nada seja desperdiçado. O secretário Beltrame diz que as crianças que entregarem o óleo de fritura nos ecopontos de suas escolas, receberão em troca uma barra de sabão devidamente embalada.
 

Para o prefeito João Carlos de Oliveira, o projeto do biodiesel representa um grande avanço nos cuidados com a natureza. “É um projeto importante porque tira do meio ambiente aquilo que é lixo e, ao mesmo tempo, transforma isso em energia limpa, que será usada pela nossa frota no transporte de alunos. É um exemplo de cuidado e de respeito com a natureza”, afirmou.