Região

Óleo compromete abastecimento de água em Cascavel

Da Redação ·
Equipes da Defesa Civil, Sanepar, do Corpo de Bombeiros e da Ecocataratas montaram barreiras de contenção ao longo dos 14 quilômetros do rio Cascavel
fonte: SECS
Equipes da Defesa Civil, Sanepar, do Corpo de Bombeiros e da Ecocataratas montaram barreiras de contenção ao longo dos 14 quilômetros do rio Cascavel

O abastecimento de água na cidade de Cascavel (PR), que possui cerca de 280 mil habitantes, está comprometido em razão de um acidente envolvendo dois caminhões, um deles carregado com óleo, na manhã de sábado, 19, no quilômetro 585 da BR 277, no bairro Cascavel Velho.


Parte do óleo que era transportado pelo veículo atingiu o rio Cascavel, responsável por cerca de 80% do abastecimento da área urbana da cidade. Com o acidente, a captação de água conta com outros dois rios, Saltinho e Peroba, mas, como são menores, a água será insuficiente para abastecer toda a cidade. Vários hospitais e postos de saúde estão sendo abastecidos com caminhões-pipa.


A produção de água foi reduzida em mais de 40%, ocasionando desabastecimento em bairros da região norte da cidade. A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e a Defesa Civil pedem à população que só utilize água para alimentação e higiene pessoal.


A Sanepar já prevê um provável rodízio no abastecimento a partir de segunda-feira (21). A água vai ser distribuída em horários alternados nas regiões da cidade. O monitoramento da água do rio Cascavel é feito pela Sanepar.


A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros montaram barreiras de contenção ao longo dos 14 quilômetros do rio e estão providenciando a limpeza das margens para retirada do óleo.

continua após publicidade