Região

Detran afasta envolvidos em denúncia do Ministério Público

Da Redação ·

O Detran/PR determinou a suspensão preventiva das três clínicas credenciadas em Maringá, envolvidas na denúncia feita pelo Ministério Público que apurou irregularidades na obtenção da Carteira Nacional de Habilitação. Ainda como parte das investigações, foram citados três funcionários do Departamento, já notificados sobre as punições. Um funcionário em cargo em comissão foi exonerado e os outros dois servidores públicos foram afastados preventivamente.

continua após publicidade

O diretor-geral do Detran Marcos Traad explica que esse procedimento é preventivo até a conclusão do processo. “O Detran tomou as medidas administrativas possíveis e necessárias no momento, em prol do interesse público”.

continua após publicidade

Foi instaurado processo administrativo que irá solicitar a suspensão preventiva de dois Centros de Formação de Condutores (CFC) envolvidos. A medida irá impedir a contratação de novos alunos, sem prejudicar os cursos que estão em andamento.