Região

Programas da UEM tiveram conceitos elevados pela Capes

Da Redação ·

Três programas de pós-graduação da Universidade Estadual de Maringá tiveram seus conceitos elevados na avaliação trienal da Capes/MEC, divulgada esta semana. São eles os de Engenharia Química, que agora recebeu o conceito 5; de Educação Física UEM/UEL e de Enfermagem, que estão com o conceito 4. Para o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Mauro Ravagnani, a UEM apresenta um bom desempenho, tendo dois dos três programas com a nota 6 do Paraná (padrão internacional), mas pretende melhorar. O Estado é o único do Sul do Brasil que não possui programa com a nota 7, a máxima (internacional com excelência). Para alterar esse quadro, a PPG está trabalhando junto com o Escritório de Cooperação Internacional para intensificar relações e trabalhos com instituições de outros países, um dos requisitos para o conceito 7.

continua após publicidade

Ravagnani destaca que a UEM também está focada em melhorar o desempenho de outros programas, principalmente os com conceito 3, o mínimo para ser credenciado pela Capes. Explica que a preocupação é com os que já existem há algum tempo e não ascenderam, porque os critérios podem recrudescer e acabar afetando esses programas. Já em relação aos novos, comentou que é de praxe que comecem com a nota 3.

continua após publicidade

Um programa da UEM teve uma queda na avaliação. O Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas recebeu o conceito 4, mas está recorrendo dos resultados. Outros dois que permaneceram com a mesma classificação também recorreram da avaliação: os de História e de Biologia Comparada. Os demais mantiveram a classificação anterior.

continua após publicidade

A classificação da UEM é a seguinte: conceito 6: Zootecnia e Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais; conceito 5: Física, Química, Engenharia Química, Agronomia e Genética e Melhoramentos; conceito 4: Matemática, Geografia, Educação para a Ciência e a Matemática, Ciências Biológicas, Biologia Comparada, Economia, Administração, Ciências Farmacêuticas, Biociências Aplicadas à Farmácia, Ciências da Saúde, Educação Física, Enfermagem, Educação, Ciência de Alimentos e Letras; conceito 3: Ciência da Computação, Engenharia Urbana, Odontologia, Políticas Públicas, História, Psicologia e Ciências Sociais.

O Sistema de Avaliação da Pós-graduação foi implantado pela Capes em 1976, visando ao desenvolvimento da pós-graduação e da pesquisa científica e tecnológica no Brasil. São aprovados e recomendados os programas e cursos de pós-graduação que obtiveram nota igual ou superior a "3" na avaliação da Capes e que, portanto, podem expedir diplomas de mestrado e/ou doutorado com validade nacional.