Região

Gaeco prende delegado de Faxinal

Da Redação ·
Operação Jogo Sujo culminou a prisão do delegado de Faxinal
fonte: André Henrique Veronez
Operação Jogo Sujo culminou a prisão do delegado de Faxinal

Mais um delegado da região foi detido. O delegado João Batista Pinto, chefe da Delegacia de Polícia Civil do município de Faxinal, a cerca de 70 quilômetros de Apucarana, foi preso na manhã desta quinta-feira (3) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), de Londrina.

continua após publicidade

Segundo informações preliminares, a operação teria detido ainda funcionários da delegacia, policiais militares e outras pessoas envolvidas com o jogo do bicho na cidade, totalizando oito presos pelo Gaeco. Mandados de prisão também foram cumpridos hoje em Cruzmaltina, Grandes Rios, Mauá da Serra e Marilândia do Sul.

continua após publicidade

Além da prisão preventiva do delegado de Faxinal durante a operação, denominada Jogo Sujo II, foram detidos o investigador Flávio Marcon Marins, que portava ilelgamente uma arma de uso restrito, o escrivão ad-hoc Lucíneo de Almeida, o sargento da PM José Carlos Pereira, de Cruzmaltina, por porte ilegal de arma, e o escrivão ad-hoc Benedito Pimentel de Oliveira, da delegacia de Lunardelli.

continua após publicidade

Os demais nomes de possíveis detidos ainda não foram divulgados.

Em Londrina, a operação também resultou na prisão de pessoas supostamente envolvidas com a indústria do jogo, nas primeiras horas desta manhã.