Região

Hospital Santa Rita deixa de atender servidores na região de Maringá

Da Redação ·
 O cancelamento do atendimento ocorreu de forma inesperada
fonte: googleimagens.com
O cancelamento do atendimento ocorreu de forma inesperada
continua após publicidade

Sem comunicar o Governo do Estado nem avisar com antecedência os servidores, o Hospital Santa Rita deixou de atender ontem (16), os beneficiários do Sistema de Assistência à Saúde (SAS) do funcionalismo estadual na região de Maringá. A Secretaria da Administração e da Previdência, gestora do SAS, estuda quais providências serão tomadas. 

O cancelamento do atendimento pelo Santa Rita ocorreu de forma inexplicável e inesperada, na avaliação do Departamento de Assistência à Saúde da Secretaria. Isso porque a direção do hospital havia manifestado oficialmente que firmaria novo contrato, em caráter temporário, para seguir prestando serviços pelo SAS. Já havia autorização do governador Roberto Requião para que esse novo contrato fosse firmado, o que deveria ocorrer nesta semana. 

O ofício da Associação Beneficente Bom Samaritano, mantenedora do Santa Rita, tem data de 15 de fevereiro. É assinado pelo superintendente da Associação, Hiran Alencar Mora Castilho. Diz o documento: “Manifestamos nosso interesse de atender em caráter emergencial a carteira do sistema SAS (...) no valor de R$ 23,80 (por beneficiário da região, por mês), até que concluam os novos estudos atuariais ou se defina nova licitação”.