Região

Localizado corpo de jovem desaparecida no mar

Da Redação ·

As buscas para localizar a garota Daiane Souza de Jesus, 15 anos, desaparecida no Balneário Albatroz, em Matinhos, desde a manhã deste sábado (18) contam com a ajuda do helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, neste domingo (19). Além da aeronave, as buscas, iniciadas imediatamente após o acidente, são realizadas por duas embarcações do Corpo de Bombeiros, quadriciclos e barcos.

continua após publicidade

“Está sendo feita uma varredura em toda a costa litorânea com o intuito de localizar a garota. O helicóptero está avançando mar adentro cerca de 1.000 metros, com visão privilegiada para apoiar as equipes na água e também os guarda-vidas, posicionados na areia, que também participam das atividades de buscas, as quais seguem por tempo indeterminado”, afirma o major Paulo Henrique de Souza subcomandante da Operação Viva Verão pelo Corpo de Bombeiros.

continua após publicidade

O posto do Corpo de Bombeiros mais próximo do local do afogamento de Daiane ficava no Balneário de Ipacaraí (aproximadamente 900 metros). “Este caso só reforça nossas orientações de que as pessoas devem ficar no campo de visão dos salva-vidas para que possam ser salvas”, afirma o major Paulo. “No entanto, esperamos localizar a garota o mais rápido possível e, para isso estamos disponibilizando pessoal e equipamentos adequados”, diz.

continua após publicidade

Segundo o protocolo internacional, cada posto de salva-vidas cobre 250 metros de praia ao total. “Por isso, é muito importante que as pessoas estejam perto deles, pois quem não é visto não pode ser salvo”, alerta o major. É fundamental também que as pessoas respeitem os locais a sinalização com as bandeiras que indicam sobre a qualidade do mar e os perigos do local.

São três cores de bandeiras que indicam as condições para banho. A verde representa um local com baixo risco de afogamento; a amarela, já indica que há um médio risco, e a vermelha demonstra que aquele local tem um alto risco de afogamento e que, portanto, deve ser evitado.

continua após publicidade

Daiane desapareceu no mar em um ponto que não estava protegido por guarda-vidas, no entanto no mesmo dia, outra garota, de nove anos, e sua família foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros, no Balneário de Caiobá. “A menina brincava com uma amiga quando outros integrantes da família entraram na água para chamá-las e foram puxados por uma corrente de retorno”, conta o major.

continua após publicidade

Segundo os Bombeiros, todos estavam se afogaram, mas como estavam sob o campo de visão dos guarda-vidas puderam ser salvos. “A menina de foi retirada da água com parada cardiorrespiratória, mas os salva-vidas conseguiram deixá-la estável e encaminhá-la ao Hospital Regional de Paranaguá; os familiares, no total cinco pessoas, que se afogaram também, foram salvos pelos bombeiros”, relata o Major. “Mais uma prova de quem é visto, pode ser salvo”, finaliza.

CASO DAIANE - Daiane Souza de Jesus, de 15 anos, desapareceu na manhã deste sábado (18). Ela entrou no mar no Balneário Albatroz, em Matinhos, com mais três pessoas entre familiares e amigos, e foram apanhados por uma corrente de retorno. Imediatamente os familiares pediram socorro no posto de guarda-vidas mais próximo (Balneário Ipacaraí). Daiane é curitibana, moradora do bairro Xaxim, e chegou ao litoral do na sexta-feira (17).