Região

Filho fura olhos e corta pênis do pai em Borrazópolis

Da Redação ·
 Paulo dos Santos, 40, foi preso em Borrazópolis e encaminhado à Cadeia Pública de Faxinal
fonte: Berimbau
Paulo dos Santos, 40, foi preso em Borrazópolis e encaminhado à Cadeia Pública de Faxinal

Um caso de extrema violência mobilizou a Polícia Militar de Borrazópolis, no Vale do Ivaí (PR), ao amanhecer desta quinta-feira (16).

continua após publicidade

De acordo com a PM, um filho atacou o pai com golpes de faca e paneladas. Conforme a polícia, a vítima teve os olhos perfurados, o rosto desfigurado e o pênis amputado, mas mesmo assim, ainda sobreviveu. O fato aconteceu em residência na Rua Ponta Porã.

continua após publicidade

O agricultor Ataíde dos Santos, o "Ataidão", de 64 anos, foi socorrido por policiais militares e encaminhado ao Hospital Municipal e depois ao Hospital da Providência, em Apucarana. Ele permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

continua após publicidade

O filho da vítima, Paulo dos Santos, de 40 anos, foi preso em flagrante. A polícia foi acionada por um adolescente irmão do agressor.

A PM apurou que Paulo teria sido internado por apresentar distúrbios mentais e foi aposentado por invalidez.

continua após publicidade

As agressões foram praticadas com uma panela e com uma faca. O filho cravou a faca várias vezes no rosto do pai, inclusive provocando a perfuração dos dois olhos de Ataíde. Essa informação consta no laudo médico do Hospital Municipal de Borrazópolis. O rosto ficou desfigurado, e como se não bastasse, o filho decidiu amputar o pênis do pai. Com a chegada da Polícia, Paulo foi preso.

continua após publicidade

Em entrevista ao repórter Ronaldo Alves Senes, o “Berimbau”, da Rádio Nova Era, o filho disse que ficou descontrolado e que agrediu o pai porque o mesmo estava com uma faca e  "queria matá-lo". Na entrevista ele não poupou detalhes de como o crime aconteceu. A esposa de Ataíde também foi ouvida pela reportagem da Rádio Nova Era.

Ela disse que acordou com a briga e que tentou impedir agressão do filho contra o pai, mas não conseguiu. Durante a entrevista ela chorou e disse que não sabe o que fazer agora, e que torce pela recuperação do marido. Ela afirmou ainda que o filho não tem problemas mentais e sim problemas psicológicos adquiridos por causa do uso de droga. O sargento Walter Rodrigues Sartor, de Borrazópolis, realizou os procedimentos legais e encaminhou o filho agressor para a delegacia de Faxinal.

As informações saõ do blog do repórter Berimbau, da Rádio Nova Era