Região

Escola de Arapongas homenageia ex-pracinhas da FEB

Da Redação ·
Cerimônia contou com a presença de familiares e irmãos de arma do soldado Albor Pimpão Ferreira, do 2º Escalão da FEB (in memorian)
fonte: Divulgação
Cerimônia contou com a presença de familiares e irmãos de arma do soldado Albor Pimpão Ferreira, do 2º Escalão da FEB (in memorian)

A Escola Municipal Albor Pimpão Ferreira realizou ontem, 7, uma homenagem ao seu Patrono, que foi um ex-combatente das Forças Expedicionárias Brasileiras (FEB), durante a segunda guerra mundial. A cerimônia constou de hasteamento das bandeiras, discursos de autoridades políticas, civis e militares, apresentações de alunos e também contou com a presença de familiares e irmãos de arma do soldado Albor Pimpão Ferreira, do 2º Escalão da FEB (in memorian).

continua após publicidade

A diretora da Escola, Marlene Andresevski, fez um relato sobre a vida do homenageado, desde sua convocação para FEB em 1944, passando pela sua chegada ao município de Arapongas em 1947, até sua atuação na vida política e social da cidade. ”Sua história precisa ser recontada, para que os alunos saibam de seus feitos, que orgulhosamente fazem parte do conteúdo de nossa Escola”, justificou. Ela também destacou que a presença dos pracinhas convidados abrilhantou a homenagem e resgatou um dos momentos mais importantes da gloriosa história do Exército Brasileiro, que esteve representado na ocasião pela Banda Marcial do 30º Batalhão de Infantaria Motorizada.

continua após publicidade

A filha do patrono da Escola e vereadora Margareth Pimpão Giocondo, falou em nome da família e destacou o orgulho e a honra em participar da cerimônia. ”É com imensa alegria que participamos deste momento de resgate da memória de nosso saudoso pai, cuja maior herança, foram seus princípios de igualdade, humildade e desprendimento e seus ideais de patriotismo”, discursou. Também estiveram presentes na solenidade a esposa do homenageado, Eunice Cesar Novaes Ferreira e a filha Maria Elizabeth Novaes Pimpão Ferreira. A família também é composta pelas filhas, Maria do Roccio Novaes Pimpão Ferreira, Maria Kátia Novaes Pimpão Ferreira e pelo filho Antonio Carlos Novaes Pimpão Ferreira.

Entre as autoridades registre-se a presença do secretário de Administração Luiz Giocondo, representando o prefeito Beto Pugliese; do secretário de Educação, Paulo Valério; do presidente da Câmara de Vereadores, Sérgio Onofre; do sub-tenente Pontin, do 30º BINTZ e dos ex-pracinhas José Soares Neto (6º Regimento de Infantaria), João G. da Silva (11º Regimento de Infantaria) e José Rosa da Silva, que integrou as tropas de paz da ONU no Canal de Suez, entre os anos de 1958 e 1959.

continua após publicidade

´A Cobra Fumou´
A participação brasileira foi muito importante e decisiva para o fim da guerra e a campanha brasileira, ainda é lembrada até hoje nas cidades da Itália, que foram libertadas pelos nossos pracinhas. A Tomada de Montese está entre as principais conquistas da FEB e estima-se que estejam vivos atualmente cerca de 2.500 ex-combatentes brasileiros, com uma média de idade de 88 anos. Um detalhe curioso lembrado por um dos pracinhas presentes a solenidade da Escola é sobre um dos símbolos e lemas da FEB naquela guerra: a cobra fumando. ”Falavam que era mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra e nós fomos lá e mostramos o valor e a honra do soldado brasileiro”, disse José Soares Neto.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Arapongas