Região

Hoje é Dia D de Combate à Dengue no Paraná

Da Redação ·
O slogan da campanha, este ano, é “Dengue: se você agir, podemos evitar”.
fonte: Agência Estadual de Notícias
O slogan da campanha, este ano, é “Dengue: se você agir, podemos evitar”.

O Dia D de Combate à Dengue está marcado para este sábado (20). A data será marcada por mobilizações em Paraná. Como é tradicional, a campanha tem como foco principal a eliminação dos possíveis criadouros do mosquito transmissor. Em Apucarana, Arapongas, Ivaiporã, Jandais do Sul, Faxinal e outros municípios da região há extensa programação agendada.

continua após publicidade

O slogan da campanha, este ano, é “Dengue: se você agir, podemos evitar”. A intenção é reforçar a ideia de que o combate a dengue é uma questão de cidadania, em que todos têm um papel a cumprir.

continua após publicidade

“Este dia serve para toda a população se conscientizar quanto à responsabilidade que cada um tem sob este problema. A dengue deve ser combatida todo dia e temos que começar pela nossa casa, pelo nosso quintal” diz o secretário de saúde, Carlos Moreira Júnior.

continua após publicidade

Em todo o Paraná, estão marcados mutirões de limpeza, distribuição de materiais informativos e palestras em escolas. Essas atividades já começaram, no início dessa semana que antecede o dia D.

Hoje, Moreira participa de carreata que abre as atividades do Dia D, em Foz do Iguaçu, município com alto número de casos de dengue em 2010.

continua após publicidade

A concentração para a carreata começa às 8 horas, no estacionamento do Supermercado Muffato, no Centro. Em seguida, o secretário e agentes de saúde participam de mutirões de limpeza em bairros da cidade.

continua após publicidade

Com a proximidade do verão e o aumento da temperatura, aumenta a mobilização contra a dengue no Paraná. Para combater o mosquito da dengue, foi criada a primeira associação do Paraná, fruto de parceria do comitê de combate a dengue, do comitê empresarial e do comitê educacional de Palotina com as secretarias municipal e estadual de Saúde.

Os recursos provenientes das multas aplicadas no município, que anteriormente ficavam com o Conselho de Execução Penal, agora serão repassados à associação. O dinheiro será usado na compra de materiais de apoio ao trabalho desenvolvido pelos agentes.

“O apoio da sociedade é essencial para conter o mosquito. Se cada um cumprir o seu papel, o mosquito transmissor não terá onde se reproduzir”, garantiu de acordo com o coordenador de endemias da 20.ª Regional de Saúde, de Toledo, Alberto de Jesus Fernandes.