Região

Paraná registra pelo menos 11 mortes nas estradas

Da Redação ·
 Os picos de movimento aconteceram ao longo da tarde até as 23 horas
fonte: Divulgação
Os picos de movimento aconteceram ao longo da tarde até as 23 horas

Pelo menos onze pessoas morreram nas rodovias estaduais paranaenses neste Feriado da Proclamação da República. Os dados parciais da Polícia Rodoviária Estadual apontam ainda que aconteceram 139 acidentes nas estradas estaduais, que deixaram 105 pessoas feridas. No levantamento constam dados da última sexta-feira até o final da tarde desta segunda-feira. A Polícia Rodoviária Federal, responsável por fiscalizar as rodovias federais que cortam o Paraná, deve divulgar o balanço total das estradas ainda nesta terça-feira.


Um dos acidentes mais graves durante o feriado foi registrado na tarde de ontem, no quilômetro 667 da BR-376, no sentido sul. Um caminhão tombou e os dois ocupantes do veículo foram retirados das ferragens e socorridos no local. Com o resgate e o tombamento do caminhão, três das quatro faixas da pista ficaram bloqueadas. O trânsito ficou lento, mas não se formaram congestionamentos.


O movimento para as praias do Paraná, pela BR-277, também foi alto neste feriado, de acordo com a concessionária Ecovia, que administra a rodovia entre Curitiba e o Litoral. Desde o início da tarde, picos acima de dois mil carros por hora eram registrados na BR-277. Já no fim do dia, uma média de 2,8 mil veículos por hora deixavam as praias com destino à Capital. O alto fluxo registrado se deve muito às festividades da Padroeira de Paranaguá e também por causa dos turistas que foram às praias paranaenses.

continua após publicidade


Quem viajou pela rodovia nesta terça-feira encontrou tempo bom em todo o percurso. Na PR-407, foi registrado lentidão em praticamente todo o percurso devido ao excesso de carros. A velocidade média nesta estrada esteve em torno de 40 km/hora. Já na PR-508 e BR-277 o fluxo seguiu sem grandes retenções, até o final da tarde de ontem.


Até as 18 horas de ontem, segundo a Ecovia, já havia circulado nos dois sentidos da BR-277 cerca de 95 mil carros desde o início do feriado, na sexta-feira –a previsão é que o balanço total aponte que 110 mil veículos trafegaram pela rodovia até o final da noite de ontem. A concessionária informou ainda que desde o início do feriado atendeu a 17 acidentes, que resultaram em sete pessoas feriadas e um óbito nas estradas que dão acesso ao litoral do Paraná.


Já a concessionária RodoNorte, que administra a PR-151 e BRs 376 e 277, estima que passaram pelo pedágio de São Luiz do Purunã mais de 35 mil veículos, um movimento 77% maior que o registrado em dias normais. Até o final da tarde desta terça-feira, a PRF registrava picos de três mil veículos por hora entre Curitiba e Campo Largo, em ambos os sentidos. A Autopista Régis Bittencourt, concessionária que administra a BR-116 entre Curitiba e São Paulo, esperava um aumento de 25% do volume diário médio de tráfego em relação aos dias normais. Os picos de movimento aconteceram ao longo da tarde até as 23 horas.