Região

Presos 25 envolvidos com desvio de produtos químicos

Da Redação ·
 Foram apreendidos 5 ton. de produtos químicos desviados
fonte: Divulgação
Foram apreendidos 5 ton. de produtos químicos desviados

A Polícia Federal em Curitiba, por meio de sua Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) em conjunto com o Setor de Investigação de Desvio de Produtos Químicos – SINPQ, da Coordenação Geral de Polícia de Repressão a entorpecentes – CGPRE, de Brasília, deflagrou na manhã de hoje (10) a Operação Alquimista. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão, nas cidades de Curitiba, Joinville (SC) e Ponta Grossa. Os mandados foram expedidos pela Vara de Inquéritos Policiais de Curitiba.
 

continua após publicidade

A investigação, que começou em Março deste ano, teve como foco o desvio de produtos químicos controlados, tais como cafeína, lidocaína, procaína e benzocaína. Esses produtos são usados licitamente em indústrias químicas e laboratórios farmacêuticos. Porém, por possuírem propriedades anestésicas e estimulantes semelhantes aos efeitos provocados pela cocaína, são comumente utilizados para mistura na cocaína, no chamado “batismo” da droga, com a finalidade de aumentar seu volume e, conseqüentemente, os lucros. O desvio desses produtos para fins ilícitos é equiparado ao tráfico de entorpecentes, inclusive com as mesmas penas, como prevê a Lei 11.343/2006.
 

A investigação teve como ponto de início a apreensão, no início do ano de 2009, de produtos químicos em um laboratório clandestino utilizado para o refino de cocaína. Com técnicas modernas de investigação, foi possível rastrear a fraude.
 

continua após publicidade

Informações Técnicas de Peritos Criminais Federais concluíram que o grupo investigado desviou quantias que ultrapassaram seis toneladas de produtos químicos, que propiciaram a introdução, no mercado consumidor interno, de cerca de dez toneladas de cocaína pronta para consumo.


A quantidade de produtos químicos movimentada pela organização criminosa custa, no mercado negro, cerca de R$ 5.500.000,00.
 

Já em relação ao comércio de drogas, o preço médio do quilograma de cloridrato de cocaína (pó) no mercado local é de R$ 20.000,00. Assim, a venda dessa quantidade de cocaína rendeu aos traficantes aproximadamente R$ 200.000.000,00.Os envolvidos serão indiciados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

 

A Operação Alquimista é mais uma etapa de um conjunto de investigações que ocorreu nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, dentre outros, nos últimos três anos.
 

Todas essas ações possibilitaram a prisão de 25 pessoas, o cumprimento de 46 mandados de busca, com a apreensão de 3, 5 ton. de produtos químicos desviados, 50 veículos, 2 barcos, 3 imóveis, cerca de R$ 700.000,00 em espécie, centenas de documentos falsos e armas.