Região

Caminhão sem freio atropela e mata ciclista em Apucarana

Da Redação ·
Salino Kaide Aguiar, de 74 anos, foi colhido pelo veículo de carga e teve morte instantânea
fonte: Sérgio Rodrigo
Salino Kaide Aguiar, de 74 anos, foi colhido pelo veículo de carga e teve morte instantânea

Um acidente de trânsito no início da noite de quarta-feira (3), no Contorno Norte de Apucarana (PR-170), por pouco não teve resultado mais trágico. Um caminhão sem freio atropelou e matou um ciclista de 74 anos e quase atingiu um repórter fotográfico e uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros que prestava atendimento a Renata Rafaela Galati Laurindo, 30. Ela ficou ferida em capotamento de um GM Corsa ocorrido pouco antes.

continua após publicidade


Por volta das 18h30 de ontem (4), Renata era socorrida por bombeiros após capotamento do GM Corsa que ela conduzia. Naquele momento o tráfego no Contorno Norte era lento. Ela ficou presa nas ferragens do carro, veículos estavam estacionados no acostamento e populares observavam o resgate da mulher, quando um caminhão com placas de Arapongas, que também estava parado, ficou sem freio e desceu desgovernado de ré.

continua após publicidade

Salino Kaide Aguiar, de 74 anos, foi colhido pelo veículo de carga e teve morte instantânea. "Esse senhor residia no Conjunto Dom Romeu Alberti, na região Norte de Apucarana, e teve esmagamento de crânio e tórax", detalhou o auxiliar de necropsia José Jerônimo dos Santos, do Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana.

O caminhão sem ferio cruzou a pista e só foi parar próximo da equipe dos Bombeiros que tentava tirar a vítima do carro acidentado e do repóter fotográfico Sérgio Rodrigo, da Tribuna do Norte, que por pouco também não foi atropelado. O motorista do caminhão de Arapongas estava fora veículo no momento da ocorrência de trânsito.