Região

Cuidados contra a dengue devem ser redobrados

Da Redação ·
 Os túmulos já estão limpos esperando a visita dos entes queridos
fonte: N.D.
Os túmulos já estão limpos esperando a visita dos entes queridos

Com a proximidade do Dia de Finados, os cuidados contra a dengue devem ser redobrados, em Apucarana. Equipes da Divisão de Controle de Endemias da Autarquia Municipal de Saúde estarão vistoriando os cemitérios da Saudade e Cristo Rei e orientando a população.

continua após publicidade

Dentro do Plano de Repressão e Combate aos Focos do Mosquito Transmissor de Dengue, em março deste ano, foi aprovada a Lei Municipal 048/10 que autoriza o Executivo a adotar posturas nos cemitérios da municipalidade eliminando todos os recipientes que possam acumular água ou servir para acondicionar água e serem criadouros do mosquito “aedes aegypti”.

“Esta lei prevê que os jazigos, capelas, túmulos, entre outros deverão ter conservada a limpeza dos mesmos; não poderão ser fixados mais vasos no local e tomar medidas para que os objetos, plantas ornamentais ou árvores que possam acumular água sejam tratadas ou corrigidas suas fendas para evitar a proliferação de larvas”, explica o coordenador Municipal de Combate a Dengue, Flávio Boiça.

continua após publicidade

Segundo ele, também fica proibida a utilização de embalagens plásticas envolvendo vasos de flores ou outros ornamentos. “Todos deverão se adaptar ao sistema, afinal, estamos tratando de questões relevantes de interesse público”.

A lei permite apenas no período de finados, entre os dias 25/10 e 09/12 a colocação de vasos de flores, desde que respeitem os artigos da lei. “Após este período o município terá direito de retirar todos os vasos dos cemitérios evitando a proliferação de criadouros do mosquito transmissor da dengue”, alerta.

Cuidados
Flávio destaca que no último LIRAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti), realizado no município entre os dias 18 e 22 de outubro, o índice registrado em Apucarana foi de 0,4. “ Já nas localidades dos cemitérios – extrato 4 – o índice foi de 0,2. Porém não podemos descuidar. O gesto de levar uma flor, ou um vaso ao cemitério tornou-se um risco a saúde. Pedimos, então, para que a população troque a água dos vasos por areia durante estes dias. A areia impedirá o acúmulo de água. Esta água parada é ideal para a reprodução do Aedes Aegypti”, lembra.

continua após publicidade

Dados estatísticos
O último LIRAa foi divulgado ontem pela Autarquia Municipal de Saúde, sendo realizado entre os dias 18 a 22 de outubro. O percentual do LIRAa é calculado a partir do número de imóveis em que o criadouro do Aedes Aegypti é encontrado a cada 100 locais visitados. Segundo preconiza o Ministério da Saúde (MS), o recomendado é que o índice fique abaixo de 1%.

Para a realização do LIRAa, atendendo a uma reivindicação do Ministério da Saúde, a cidade foi dividida em cinco extratos, que abordou 45 bairros, 2.014 quarteirões e 50.195 imóveis.

O maior índice foi registrado no extrato 1, com 0,9. Os locais que compreendem o extrato 1 são: Parque Bela Vista, Afonso Camargo, Parque de Exposição, Parque Norte, Núcleo Dom Romeu, região do Clube de Campo Água Azul, Jardim Ponta Grossa, Parque das Araucárias, Vale Verde e Marcos Freire.

continua após publicidade

O índice de 0,5 foi registrado no extrato 5, nas imediações do Estádio Bom Jesus da Lapa, Colégio Agrícola, Castelo Branco, Jardim Colonial, Parque da Raposa, Santos Dumont, Adriano Correia, FECEA, Recanto do Lago, Jardim Marissol e Jardim Curitiba.

Nas regiões que compreendem os extratos 3 e 4, o índice registrado é de 0,2. Fazem parte do extrato 3 as regiões: do centro, Vila Nova, Rodoviária, Jardim América, Jardim Trabalhista, Vila Operária e Jardim Aclimação. No extrato 4 estão os bairros do Parque Santo Expedito, Cemitério da Saudade e Cemitério Cristo Rei, Jardim das Flores, Jardim Esperança, Prefeitura e Vila Formosa.

E, finalizando o LIRAa Nacional, está o extrato 2 com índice de 0,0. Fazem parte deste extrato as regiões do Posto Catarina, João Paulo, Sol Nascente, Osmar Guaracy Freire, Interlagos, Vila Regina, Vila Apucaraninha, Barra Funda, Lago Jaboti e bairro 28 de Janeiro.

Serviço
Mais Informações entrar em contato pelo telefone 3422 5888 – ramal 239.