Região

Eleição do Conselho Tutelar terá chapa única em Apucarana

Da Redação ·

A eleição para o Conselho Tutelar de Apucarana para o próximo triênio terá chapa única. Com menos candidatos e metade dos concorrentes eliminados pela prova de conhecimentos específicos, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) de Apucarana, que coordena a renovação do órgão, está enfrentando dificuldades para chegar ao número mínimo de habilitados a continuar no processo.

continua após publicidade

O Conselho Tutelar de Apucarana tem cinco membros efetivos e três suplentes. Segundo a presidente do conselho, Vera Lúcia Negri, dos 16 candidatos, apenas oito passaram na prova escrita.

O processo de seleção, regulamentado através de lei municipal, exige que os candidatos ao cargo, que é eletivo, comprovem conhecimentos em relação às leis de proteção à criança e adolescente, políticas públicas de assistência social, entre outros. Para chegar ao número mínimo de candidatos foi necessário aplicar a prova escrita em duas ocasiões.

continua após publicidade

Os candidatos aprovados na prova escrita, entretanto, ainda precisam passar por avaliação psicológica. Caso algum candidato não seja aprovado, o processo emperra.

Na renovação do conselho no triênio de 2007-2010, duas chapas de oito membros disputaram a eleição. Segundo Lúcia, não houve mudanças significativas entre os dois processos. “Cuidar de crianças e adolescentes é uma tarefa que exige um perfil do candidato, que exige conhecimentos específicos. Por isso nosso processo deve ser criterioso e transparente”, afirma.

A eleição para o conselho está marcada para 12 de dezembro. Antes de passar pelo pleito, os candidatos ainda vão participar de um processo de capacitação. A posse dos novos conselheiros acontece em 17 de dezembro.