Região

Tratamento da hanseníase é tema de capacitação em Apucarana

Da Redação ·

A Secretaria da Saúde do Paraná realizou ontem em Apucarana capacitação para profissionais de saúde com o objetivo de prevenir incapacidades físicas causadas pela hanseníase. O treinamento é feito por meio do Programa Estadual de Controle da Hanseníase, e neste evento estão presentes enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e outros profissionais da área de saúde, da Faculdade de Apucarana e Universidade do Norte do Paraná. “Os participantes estão discutindo os tratamentos, diagnósticos e assistência básica aos portadores da doença”, explica a coordenadora do Programa, Nivera Stremel.

continua após publicidade

Entre as orientações dadas estão as medidas adequadas para o tratamento correto das feridas. “As lesões devem ser tratadas de forma correta. Estamos concluindo o protocolo de tratamento adequado para este tratamento e nos próximos dias os municípios do Paraná inteiro devem receber as orientações”, ressalta Nivera.

continua após publicidade

“Estamos explicando várias ações de prevenção e cuidado com a doença. Quando as feridas são tratadas de forma correta conseguimos uma grande evolução no quadro dos pacientes, melhorando a qualidade de vida dos mesmos”, disse.

continua após publicidade

O projeto é uma parceria da Coordenação Estadual e Regional de Hanseníase e Escola de Saúde Pública do Paraná. Também conta com o apoio da Unicentro e da Secretaria Municipal de Saúde de Guarapuava, que são referencia Estadual.

HANSENÍASE - É uma doença infecto-contagiosa e se manifesta na pele e nos nervos periféricos, com o aparecimento de manchas amortecidas, avermelhadas ou esbranquiçadas, diminuição da sensibilidade ao tato, caroços no corpo e bolhas nas mãos e braços.

continua após publicidade

“A doença tem cura e o diagnóstico precoce é importantíssimo no tratamento, quando a pessoa perceber algum desses sintomas deve procurar o Posto de Saúde mais próximo”, alerta Nivera Stremel.

Em todos os 399 municípios do Paraná há pelo menos uma equipe especializada em Hanseníase e o tratamento é fornecido pelo Sistema Único de Saúde, segundo Nivera. “Todo cidadão tem direito ao tratamento, que é gratuito e está disponível em todas as unidades de Saúde do SUS. Além de receber os remédios o paciente terá orientações sobre como se cuidar e seus familiares serão examinados”, afirmou.