Caminhão carregado com soja é roubado na região de Mauá da Serra - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Região

Caminhão carregado com soja é roubado na região de Mauá da Serra

Foto por
Escrito por Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O motorista de um caminhão carregado com soja a granel, sofreu um assalto na região de Mauá da Serra. A Polícia Militar (PM) foi chamada na manhã de sexta-feira (3), para atender a ocorrência. 

O condutor contou que estava vindo de Londrina e trafegava sentido Paranaguá, pela Rodovia PR 444, e quando foi pegar acesso para a Rodovia BR -376, foi abordado por uma caminhonete, ocupada por três homens. 

Os suspeitos estavam armados e exigiram que ele parasse. Conforme o motorista do caminhão, ele foi amarrado com as mãos para trás.

A vítima repassou que após um tempo, os suspeitos pararam em um lugar ermo, sendo basculado toda a carga em meio a estrada. 

O motorista repassou que foi levado para um matagal e foi mantido refém por dois suspeitos e que o terceiro envolvido fugiu com o caminhão. 

A vítima relatou ter permanecido em meio ao matagal com os suspeitos até às 11h do dia 02 de abril. Um carro chegou e buscou os ladrões que estavam com ele. 

O homem ao perceber que estava realmente sozinho, conseguiu se desamarrar e procurou por ajuda. Ele encontrou funcionários de uma fazenda na região da Placa da Vaca e a PM foi chamada. 

O motorista contou que o rastreador do caminhão foi retirado pelos ladrões e jogado na estrada.  

Um boletim de ocorrência foi registrado. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Caminhão carregado com soja é roubado na região de Mauá da Serra"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.