Região

Sem casos de coronavírus, comércio da região de Ivaiporã volta a funcionar a partir deste sábado

Da Redação ·
Foto: TNonline
Foto: TNonline

Após 15 dias fechado, o comércio das cidades de Ivaiporã, Jardim Alegre, Arapuã e Ariranha do Ivaí voltam a funcionar a partir deste sábado (4).  A decisão foi tomada pelos prefeitos durante reunião no salão nobre da Prefeitura de Ivaiporã que contou com a presença das associações comerciais, sindicatos, promotoria pública, secretários municipais de saúde, 22a Regional de Saúde, dentre outros. O decreto será assinado pelos prefeitos ainda nesta sexta-feira (3). 

continua após publicidade

O presidente da Associação Comercial, Industrial, e de Serviços de Ivaiporã (ACISI) explicou que algumas empresas correm sérios problemas financeiros, e com risco de não mais abrir caso o comércio continuasse fechado. “Esses 15 dias foi um momento de reflexão, prevenção, nossa cidade está bem sem nenhum caso de coronavírus e estamos retornando ao trabalho. É logico que o pessoal vai ter que se conscientizar, principalmente o comerciante, e tomar todos os cuidados necessários conforme será editado nos decretos dos municípios”. 

O prefeito Miguel Roberto do Amaral, a abertura será de forma organizada, com vários critérios e regras a serem cumpridos pelos mais diversos ramos. “Todos vão ter oportunidade de nos próximos dias 15 dias procurar mostrar que eles possam funcionar e sair deste estrangulamento econômico que já está acontecendo. O comércio volta a funcionar a partir das 9 horas. O transporte coletivo gratuito vai continuar paralisado porque o risco de transmissão nos ônibus é muito grande, já que transporta em torno de 5 mil pessoas todos os dias”, disse Miguel Amaral. 

continua após publicidade

Ainda segundo Miguel Amaral, as empresas serão fiscalizadas pelas prefeituras. “Estaremos com nosso setor de fiscalização trabalhando, visitando as empresas, orientando. O decreto saí ainda esta noite, vamos estar publicando e encaminhando para as redes sociais para que todos tomem conhecimento”.
 
O prefeito de Jardim Alegre esclarece que os municípios vão estar uniformizando os decretos. “A ideia é que as regras sejam iguais nos municípios, e terão como prioridade a não aglomeração, e segurança para os trabalhadores e população”.