Região

São Pedro do Ivaí adota fumacê para tentar controlar epidemia de dengue

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia São Pedro do Ivaí adota fumacê para tentar controlar epidemia de dengue
São Pedro do Ivaí adota fumacê para tentar controlar epidemia de dengue

A 16° Regional de Saúde de Apucarana, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Pedro do Ivaí e a secretaria de saúde, iniciou na quinta-feira o segundo ciclo da aplicação da Ultra Baixo Volume (UBV), ou seja, a aplicação de inseticida nas residências.

continua após publicidade

O objetivo é controlar e diminuir a proliferação do mosquito da dengue no município. De acordo com o cronograma, a equipe já percorreu as regiões dos conjuntos Vitória Régia, Virginio Seco I e II, Jardim Cambará, Residencial Morumbi, Boa Vista, Alto da Boa Vista, Santa Rita de Cássia I e II, Residencial Florentino Barbati, Residencial Sol Nascente e Jardim Juju.

Nesta sexta-feira, o inseticida será passado no Centro, compreendendo da igreja matriz até a rodoviária, e o conjunto Barbacena. A 16ª Regional informa que o trabalho só não será realizado por intempérie de tempo, como vento forte ou chuva.

continua após publicidade

Segundo a coordenadora de endemias da Secretaria de Saúde, Aline Verginia Teodoro, a aplicação espacial de inseticidas é usada somente quanto  houver necessidade do controle de surtos e epidemias de dengue. “O município está em epidemia de dengue, estamos com 269 casos notificados e 177 confirmados de pessoas com dengue em São Pedro do Ivaí. Por isso, estamos intensificando a aplicação do inseticida”, destacou a coordenadora.

Para a secretária de Saúde, Simone Tavares, o momento é de preocupação por conta da pandemia do coronavírus, mas todos devem continuar com os cuidados básicos de prevenção contra o mosquito da dengue, como por exemplo, separar 10 minutos para cuidar do quintal.

“Nós buscamos ainda mais a conscientização das pessoas para os cuidados simples para controlar e eliminar os criadouros da dengue. Examinem os terrenos e quintais, eliminando toda a água parada para evitar que o mosquito da dengue prolifere”, enfatizou a secretária de saúde, Simone Tavares.

continua após publicidade

REPELENTE – A população deve adotar mais alguns métodos de prevenção contra a dengue, como por exemplo, o uso de repelentes, que contribui para manter os mosquitos afastados da pele. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a sugestão é que se verifique o rótulo dos repelentes para saber sobre a aplicação de cada produto. Se for usar a variedade aerossol, não passe direto no rosto: aplique na mão e, depois, na face.

AÇÕES - Entre as ações já realizadas no município, o Governo Municipal e a Secretaria de Saúde já retiraram centenas de pneus inutilizados em borracharias e realizaram dois mutirões de limpeza, em parceria com a secretaria de meio ambiente.