Mais lidas
Ver todos

    Região

    Servidores da saúde recebem treinamento sobre aplicativo contra febre amarela

    A febre amarela é transmitida pela picada de mosquito contaminado e, além dos humanos, atinge os macacos (Foto: Divulgação)
    Foto por
    Escrito por Assessoria Imprensa SPI
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Servidores do setor de endemias, vigilância sanitária, auxiliares de enfermagem e enfermeiros do Programa Saúde da Família (PSF) de São Pedro do Ivaí participaram na quarta-feira (07/08) na Clínica da Mulher de uma capacitação sobre iniciativas do Governo do Estado contra a Febre Amarela. Os trabalhos foram aplicados por profissionais da 16ª Regional de saúde de Apucarana, com supervisão da Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa).

    Uma das ações foi a apresentação e treinamento sobre um aplicativo desenvolvido pela Fundação Souza Cruz chamado SISS-GEO (Sistema de Informação de Saúde Silvestre), que permite o envio de fotos e informações sobre macacos contaminados ou mortos.

    Em tese, as informações fornecidas pelo aplicativo chegam direto aos serviços de vigilância para as providências necessárias. O objetivo central é de prever a rota de circulação do vírus e priorizar ações de combate.

    “A população deve atuar permanentemente em todas as regiões, ligando para o setor de endemias sempre que encontrar os macacos”, explicou a coordenadora do setor de endemias, Aline Verginia Teodoro.

    “Desta forma, recomendamos que as pessoas procurem os postos de saúde de São Pedro do Ivaí para tomar a vacina, que é o único meio eficaz de prevenção”, diz o Secretário Municipal de Saúde, Isaque de Souza.

    O aplicativo pode ser baixado gratuitamente nas lojas de aplicativos de seu celular.

    Dados da Febre Amarela – O período sazonal da febre amarela no Paraná, monitorado de 01 de julho de 2018 a 30 de julho de 2019, consolidou 17 casos da doença e 480 notificações. O Paraná registrou um (01) óbito por Febre Amarela neste período, registrado em março, no município de Morretes.

    Transmissão e Rota - A febre amarela é transmitida pela picada de mosquito contaminado e, além dos humanos, atinge os macacos. Por isso estes animais são considerados sentinelas. As mortes de macacos contaminados, chamadas epizootias, indicam a presença do mosquito transmissor da doença. 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Designer apucaranense Uelinton Campagnola executou um trabalho recentemente para o DJ Alok

    Deixe seu comentário sobre: "Servidores da saúde recebem treinamento sobre aplicativo contra febre amarela"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.