Mais lidas
Ver todos

    Região

    Padrasto confessa ter estuprado e matado menina em Londrina 

    Foto por
    Escrito por Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    O homem suspeito de matar a enteada, uma menina de 9 anos em Londrina,  confessou o crime em depoimento prestado à Polícia Civil nesta segunda-feira (22).

    O delegado-chefe Osmir Ferreira Neves afirma que Sandro de Jesus Machado, de 25 anos, estuprou a enteada e, com medo de que ela contasse sobre o estupro para alguém, decidiu matar a garota.

    "Em um primeiro depoimento ele ficou em silêncio, mas em um interrogatório complementar, realizado pela manhã, ele confessou tudo. Disse que levou a menina até o fundo de vale, onde o corpo foi encontrado, com a justificativa de pegar uma galinha para a família confraternizar. Nesse local, ele estuprou a criança, ofereceu R$ 5 para ela ficar em silêncio, mas com medo, matou a menina", detalhou o delegado.

    A menina Sara Manuela Silva, que tinha 9 anos, desapareceu na manhã de sábado (20). No Boletim de Ocorrência, o padrasto afirmou que enteada sumiu enquanto ele estava tomando banho. Disse que, ao perceber que a menina não estava em casa, passou a procurá-la junto com um primo. Falou também que algumas pessoas ouviram uma criança gritar por socorro dentro de um carro preto.

    Mas, na manhã de domingo, moradores encontram o corpo da criança no fundo de um vale, no  Jardim Abussafe. 

    O corpo estava apenas com uma blusa e foi encontrada um nota de R$ 5 na mão da menina.A polícia prendeu o padrasto quando alguns moradores tentavam agredi-lo. 

    Sandro Machado deve ser indiciado por estupro de vulnerável e feminicídio. A Polícia Civil informou que ele não tem advogado constituído.

    Em depoimento à Polícia Civil no domingo (21), a mãe da menina Sara Manuela Silva disse que o marido nunca tratou mal a filha e não imaginava que ele fosse o responsável pelo crime.

    A mãe também afirmou em depoimento à Polícia Civil que desconfiou do marido ao encontrar vestígios de sangue e terra espalhada no banheiro de casa. 

    O corpo da menina foi velado e sepultado no Cemitério Jardim da Saudade. O enterro ocorreu às 10h30 desta segunda-feira (22).

    Com informações, G1

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    A luta das mulheres por direitos no Brasil, com Aline Rocha e Gabriela Sacchelli

    Deixe seu comentário sobre: "Padrasto confessa ter estuprado e matado menina em Londrina "

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.