Região

Mulher executada a tiros junto com namorado trabalhava em escola de Apucarana

Da Redação ·
Foto: Reprodução/Blog do Baerimbau
Foto: Reprodução/Blog do Baerimbau

A prefeitura de Apucarana confirmou que Sílvia Helena Kruger, de 44 anos, trabalhava como merendeira na Escola Municipal José Brazil Camargo, no Núcleo Michel Soni. Anteriormente, trabalhou no CMEI Domingos Mareze, no mesmo bairro, na zona sul da cidade.

continua após publicidade

Ela e o namorado, o marceneiro Wellington Lima,  conhecido como “Quero Quero”, de 40 anos, foram encontrados mortos por populares por volta das 19h20 de domingo (12), na Estrada Velha  para o Castelo Eldorado, que liga o município de Marilândia do Sul (norte do Paraná) a Tamarana. Os dois apresentavam perfurações de projéteis de arma de fogo na cabeça. A motivação do crime ainda é um mistério para as autoridades da área de segurança.

O delegado de Marilândia do Sul, Felipe Ribeiro Rodrigues disse que não há testemunhas do crime e, aparentemente, não foi levado nenhum pertence pessoal do casal.

continua após publicidade

"Ainda estamos no começo das investigações. Aguardamos os exames de necropsia dos corpos para tentar identificar o que pode ter acontecido", afirma Rodrigues.