Região

Ivaiporã inicia obras de ciclovia e galerias pluviais

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ivaiporã inicia obras de ciclovia e galerias pluviais
Ivaiporã inicia obras de ciclovia e galerias pluviais

A Prefeitura de Ivaiporã iniciou ontem a construção de uma ciclovia na Rua Mangueira, na zona norte da cidade. Localizada no trecho entre os bairros Jardim Guanabara, Guanabara II e Vila Nova Porã, a nova via vai facilitar o deslocamento dos usuários de bicicleta da região ao centro da cidade. A rua também vai ganhar galerias de águas pluviais. O prazo para a conclusão da obra é de 60 dias. Serão cerca de mil metros de pista com 3 metros de largura.

continua após publicidade

Segundo o prefeito Miguel Amaral (PSDB), a obra está orçada em R$ 440 mil, sendo R$ 340 mil de emenda do deputado federal Sergio Souza (PMDB) e contrapartida do município de R$ 100 mil. “Temos um projeto de, no futuro, interligar Ivaiporã por ciclovias. Iniciamos este projeto aqui na Rua Mangueira, onde frequentemente acontecem acidentes”, relata.

Para Miguel Amaral, a construção de ciclovias representa um enorme passo em direção a cidades mais justas, mais inclusivas e mais democráticas. “É um exemplo dos países mais desenvolvidos que estamos trazendo para Ivaiporã. Exemplificando, na Holanda, hoje 60% da população tem a bicicleta como principal meio de transporte urbano”, enfatiza. 

continua após publicidade

O aposentado José Pedro Pereira da Silva, que faz o trajeto que está ganhando ciclovia diariamente, aprovou a novidade. “Passo umas três a quatro vez por dia aqui. Isso aí é uma coisa que já deveria ter acontecido há muito tempo. É um trecho da cidade que acontece muito acidente, já morreu gente nesta rua”, comenta Silva. 

PEDRAS IRREGULARES

Além das obras para implantação de ciclovias na região norte da cidade, estão entre as primeiras ordens de serviço de 2018 a pavimentação com pedras irregulares no Jardim Guanabara II e a implantação de galerias pluviais. As obras contam com recursos provenientes do Governo Federal, através de emenda do deputado Sérgio Souza de R$ 374 mil, e contrapartida da Prefeitura de R$ 200 mil. “O projeto de lei para a execução da obra está na Câmara de Vereadores. Acredito que até a próxima segunda-feira esteja aprovado pelos vereadores, aí o tempo é o da licitação para iniciarmos a obra”, completa Miguel Amaral.