Região

IPTU de Ivaiporã será corrigido em 2,77% em 2018

Da Redação ·
IPTU de Ivaiporã será corrigido em 2,77% em 2018 - Foto: TNONLINE
IPTU de Ivaiporã será corrigido em 2,77% em 2018 - Foto: TNONLINE

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Ivaiporã para 2018 terá a correção da inflação, de 2,77%, conforme IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Segundo a Prefeitura, o percentual aplicado representa o acumulado entre dezembro de 2016 e novembro de 2017 do índice calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este ano, a Prefeitura arrecadou até agora quase R$ 5,4 milhões de um total lançado para o exercício, de pouco mais de R$ 9,1 milhões.

continua após publicidade

Conforme a Secretaria de Planejamento e Finanças, a previsão de entrega dos carnês do IPTU para o exercício de 2018 será na segunda quinzena de março. Os pagamentos que forem feitos em cota única e no vencimento, no dia 10 de abril terão desconto de 10%. Também haverá a opção de pagamento em parcela única com vencimento para o dia 20 de abril, porém o desconto será de 5%. 

O contribuinte também terá opção de parcelar o IPTU em até seis vezes, sem os descontos. Segundo a secretária de planejamento e finanças, Carine Daiane da Silva, o valor arrecadado do imposto é investido em todos os serviços e equipamentos mantidos pela administração municipal. “Além dos 25% que vai para a Educação e 15% para a Saúde o recurso do IPTU é aplicado em todas as obras e serviços que a Prefeitura executa”, afirma.

continua após publicidade

O prefeito Miguel Roberto Amaral (PSDB) também adianta que as renovações de alvarás de licença, a partir de 2018, os empresários terão opção de parcelar em três pagamentos. “O pagamento parcelado do alvará é uma novidade da nossa administração. Entendemos que o comerciante já inicia o ano cheio de compromissos a pagar. Para facilitar e dar um folego para as empresas optamos também por parcelar as renovações de alvarás”, comenta.

O cálculo do IPTU em Ivaiporã é feito com base no valor venal do imóvel. Imóveis com edificação (imposto predial) a porcentagem é de 1% sobre o valor venal determinado pela legislação vigente. Já para os terrenos vagos (imposto territorial), a porcentagem é de 3%.