Região

Ações educativas marcam Semana do Trânsito na região

Da Redação ·
Em Apucarana, condutores e pedestres serão abordados em blitzes a partir de segunda-feira
fonte: André Henrique
Em Apucarana, condutores e pedestres serão abordados em blitzes a partir de segunda-feira

O uso do cinto de segurança, inclusive no banco traseiro, e da cadeirinha no transporte de crianças menores de sete anos e meio é o foco neste ano da Semana Nacional do Trânsito, que acontece de 18 a 25 de setembro. Na região, diversas atividades educativas estão previstas para acontecer durante este período.

continua após publicidade


Em Apucarana, a abertura das ações aconteceu nesta segunda-feira, às 9 horas, em frente ao módulo da Polícia Militar, na Praça Rui Barbosa. O comandante da Guarda Municipal, cabo Maurício Melo, explica que serão desenvolvidas blitzes para orientar a população.


“Vamos abordar não só as pessoas que estão de carro, mas aquelas que são pedestres no trânsito. Nosso objetivo é mostrar que a sinalização existe para todos, inclusive para quem atravessa fora da faixa”, afirma.

continua após publicidade


O uso do capacete com a viseira abaixada também será cobrado dos motociclistas. Embora a Guarda Municipal não pretenda aplicar multas em casos mais leves, infrações consideradas graves, como a condução veículos sem habilitação, serão advertidas.


“É preciso conscientizar as pessoas sobre a necessidade de seguir as normas de trânsito. O mesmo acontece em relação à cadeirinha. Vamos cobrar dos motoristas, mas também ensinar como devem usá-la”, pontua Melo.
 

Todo o trabalho deverá ser feito com apoio de entidades e clubes de serviço. Haverá ainda a distribuição de sacolinhas de lixo para o interior dos veículos.

continua após publicidade


Em Arapongas, o diretor Municipal de Trânsito, Aroldo Pagan, comenta que a Prefeitura vai investir em ações voltadas às escolas da cidade.
 

“Com apoio da Patrulha Escolar, vamos fazer palestras abordando a importância de usar o cinto e cadeirinha, além de múltiplos temas”, diz. Ele lembra que a campanha “Faixa, a Diferença”, sobre a necessidade de usar a faixa de pedestre ao atravessar a rua, deverá ser colocada em prática no município após as eleições.