Região

Rede de esgoto vai beneficiar 50% da área urbana de Jd. Alegre

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Rede de esgoto vai beneficiar 50% da área urbana de Jd. Alegre
Rede de esgoto vai beneficiar 50% da área urbana de Jd. Alegre

O prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan (PPS), acompanhado do gerente regional da Sanepar, Gilberto Taborda, visitou nesta semana na localidade de Água dos Patos, as obras da futura Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Somente para a construção da ETE, a Sanepar investe aproximadamente R$ 2,9 milhões de um total de R$ 5,7 milhões que está sendo aplicado para implantar o sistema de esgoto na cidade. 

continua após publicidade

Segundo o prefeito Furlan, quando estiver concluído, 50% das residências urbanas da cidade passaram a contar com serviço. “Agradecemos muito a Sanepar que está concretizando este sonho antigo. É uma obra que não aparece, mas depois de pronta teremos mais saúde para a população”, analisa. Os 23 quilômetros de tubulação da rede coletora já foram instalados e o prazo para conclusão do sistema é para o primeiro semestre de 2019. 

Segundo o prefeito, após a conclusão da ETE, a Sanepar tem o compromisso com o município de ampliar a rede para as demais localidades. “É apenas a primeira etapa, pretendemos que num futuro próximo a cobertura da rede de esgoto chegue a 100% da nossa população”, enfatiza. 

continua após publicidade

Para o gerente regional da Sanepar, Gilberto Taborda, a obra em Jardim Alegre é mais um exemplo do esforço permanente da Sanepar para garantir água e tratamento de esgoto para todo o Estado. “É a Sanepar e o Governo do Estado trabalhando pela qualidade de vida de nossa população”, ressalta Taborta.

NA REGIÃOTaborda lembra ainda, que na cidade vizinha, Ivaiporã, a concessionária vai investir mais R$ 43,9 milhões no sistema de água e esgoto. O convênio será assinado em Curitiba, na próxima semana pelo governador Beto Richa. “Deste total, a maior parte será em uma nova ETE no Rio Pindauva há seis quilômetros da cidade. Contempla também as elevatórias já que Ivaiporã é uma a cidade bastante acidentada, e a rede de esgoto. Também será construído um novo reservatório de água, com capacidade de mais um milhão de litros. Atualmente o reservatório é de 2,2 milhões de litros de água”, afirma Taborda.