Região

Presos escapam da PEL e da cadeia de Bela Vista; polícia evita fuga em Apucarana

Da Redação ·
Detentos no solário durante revista no minipresídio de Apucarana - Foto: Delair Garcia/TN - Arquivo Imagem ilustrativa
Detentos no solário durante revista no minipresídio de Apucarana - Foto: Delair Garcia/TN - Arquivo Imagem ilustrativa

Três situações de insubordinação em unidades carcerárias na região norte do Paraná exigiram grande mobilização policial na tarde desta sexta-feira (3) . Em Londrina, dois detentos conseguiram a liberdade forçada. Em Apucarana, agentes carcerários descobriram um buraco e frustram fuga no minipresídio. Em Bela Vista do Paraíso também foi registrada fuga de detentos.

continua após publicidade

Dois presos fugiram da Unidade 1 da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL) no início da tarde desta sexta-feira.  De acordo com a direção da unidade prisional, os fugitivos, de 21 e 25 anos, estavam no pátio de visitas com familiares.

Ainda segundo a direção da penitenciária, para fugir da PEL eles pularam um muro de cerca de oito metros de altura utilizando um corda  improvisada . Eles cumpriam pena por roubo A direção informou ainda que um procedimento administrativo foi aberto para apurar a situação.

continua após publicidade

Em Bela Vista do Paraíso, 12 detentos fugiram da cadeia após abrirem um buraco na parede de uma das celas e pularem o muro da delegacia. 

No momento da fuga, havia 60 presos na unidade, que tem capacidade para abrigar 16, segundo a polícia. Até o final da tarde desta sexta-feira a polícia não tinha repassado informação sobre a recaptura dos fugitivos.

Apucarana
Agentes carcerários frustaram fuga de detentos do minipresídio na tarde desta sexta-feira, em Apucarana. Os agentes relataram que os presos  abriram buraco em uma cela, descoberto durante vistoria de rotina. Policiais militares da Rotam e Rádio-Patrulha foram para o local reforçar a segurança.

continua após publicidade

O buraco estava no início e ainda era pequeno. Cerca de 10 presos que estavam na cela foram transferidos para outro espaço e os reparos já foram providenciados. 

Esta é a segunda tentativa registrada neste ano. O minipresídio não registra fuga de presos desde outubro do ano passado, quando onze detentos conseguiram fugir.