Região

Animais silvestres correm riscos nas áreas urbanas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Animais silvestres correm riscos nas áreas urbanas
Animais silvestres correm riscos nas áreas urbanas

Um tucano do bico verde morreu anteontem (12), na cidade de Ivaiporã. Ele foi encontrado caído por uma moradora na Vila Nova Porã. O departamento municipal do meio ambiente foi acionado, e quando se preparava para levar a ave para o veterinário ela acabou morrendo.

continua após publicidade

A presença da ave que não é comum na região chama a atenção. Nos últimos dois meses vários animais, dentre eles, raposa, rato do banhado, sagui, maritacas e até gaviões foram resgatados pela equipe de meio ambiente. Até mesmo uma suçuarana [onça-parda] foi vista nas imediações da cidade.

No caso do tucano, o biólogo e secretário de meio ambiente Jaiyme Ayres relata que possivelmente a ave tenha sido vítima de apedrejamento. “O tucano tinha uma lesão grave na carena [osso interno situado no peito], possivelmente por pedra. Muitas pessoas não estão acostumadas com a presença desses animais, e acabam fazendo a captura de forma agressiva”. Ayres lembra que a caça ou a simples captura ou aprisionamento de animais silvestres é proibido por lei.

continua após publicidade

Ainda segundo Ayres, a presença desses animais no quadro urbano esconde uma dura realidade. “Infelizmente eles, estão sendo expulsos do pouco que restou da Mata Atlântica. A falta de alimentação, que também atinge as nascentes e cursos de água, diminuem a oferta e a variedade de alimento A única opção deles, tem sido a moradia em árvores e construções na cidade”, comenta Ayres.

Ayres ressalta que é fundamental socorrer os animais buscando ajuda veterinária o mais rápido possível. Se encontrar algum animal nas proximidades de residência, a orientação é ligar para 43 3472-2998, já que somente a equipe do meio ambiente é   preparada para retirar o animal do local.